Após recomendação da Anvisa, governo diz que adotará novas medidas contra cepas

Proposta da agência sugere quarentena obrigatória de 14 dias para trabalhadores brasileiros do setor marítimo

Nohlan Hubertus, da CNN, em Brasília

Ouvir notícia

A Casa Civil acatou a recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de mudar as medidas restritivas contra novas cepas da Covid-19 no setor marítimo. Em nota, a pasta afirmou que a atualização deve ser publicada no “Diário Oficial da União” ainda nesta sexta-feira (28).

A recomendação da agência é de alterar a portaria que permite a entrada de trabalhadores de embarcações e plataformas, tanto estrangeiros como brasileiros, que venham de países onde haja a circulação de variantes do novo coronavírus. 

Com a proposta, fica proibida a entrada de estrangeiros. Para os brasileiros, mesmo com a apresentação do teste RT-PCR, torna-se obrigatória uma quarentena de 14 dias na cidade de desembarque. 

Segundo a Casa Civil, essa medida não deve alterar o fluxo nos portos, por ser um processo natural a mudança na tripulação de trabalhadores. 

Porto de Santos, SP 23/09/2019
Porto de Santos, SP 23/09/2019
Foto: REUTERS/Amanda Perobelli

Mais Recentes da CNN