AstraZeneca chega a marca de 2 bilhões de doses distribuídas no mundo

Imunizante está sendo feito em 15 países para fornecimento a mais de 170

O estudo vacinou 36.933 adultos com a primeira dose da vacina de Oxford
O estudo vacinou 36.933 adultos com a primeira dose da vacina de Oxford Reprodução

Sinchita MitraPushkala Aripakada Reuters

Ouvir notícia

Dois bilhões de doses da vacina Covid-19 da AstraZeneca-Oxford University foram fornecidas em todo o mundo, disseram a farmacêutica anglo-sueca e seu parceiro na terça-feira, em pouco menos de um ano desde sua primeira aprovação.

O imunizante, que é o maior colaborador para o esquema de compartilhamento de vacinas Covax apoiado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), está sendo feito em 15 países para fornecimento a mais de 170, informaram as empresas em comunicado conjunto.

A AstraZeneca em junho do ano passado assinou no Instituto Serum da Índia, o maior fabricante mundial de vacinas em volume, para ajudar a dobrar a capacidade de fabricação da vacina para dois bilhões de doses.

A injeção ChAdOx1 nCoV-19, vendida sob as marcas Vaxzevria e Covishield, enfrentou desafios em relação aos dados de eficácia, suprimentos e links para coágulos sanguíneos raros.

A AstraZeneca disse na semana passada que, à medida que o mundo aprender a viver com o coronavírus, que causa o COVID-19, começará a obter um lucro modesto com a injeção após ter se comprometido a vendê-lo a preço de custo durante a pandemia.

O CEO da empresa, Pascal Soriot, porém, garantiu que os países de baixa renda continuariam a receber vacinas sem fins lucrativos.

 

Mais Recentes da CNN