Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Autotestes de Covid começam a ser vendidos nesta quinta na cidade de São Paulo

    Anvisa já aprovou o registro de seis produtos no país até o momento

    Autoteste de Covid-19
    Autoteste de Covid-19 Reprodução

    Júlia Carvalhoda CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    As vendas de autotestes para detectar o coronavírus começam nesta quinta-feira (3) na cidade de São Paulo. O produto permite que a pessoa realize todas as etapas da testagem, desde a coleta da amostra até a interpretação do resultado, sem a necessidade de auxílio profissional. Para isso, as instruções de uso devem ser seguidas atentamente.

    A comercialização dos autotestes de Covid-19 no Brasil depende do registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que, até o momento, já aprovou seis exames. Segundo a Anvisa, o autoteste não define um diagnóstico, que deve ser realizado por um profissional de saúde. O resultado do exame deve ser utilizado apenas como orientação.

    Os autotestes de Covid-19 começam a ser vendidos nas farmácias da cidade de São Paulo. De acordo com a rede de farmácias RaiaDrogasil, o produto estará disponível para compra em 350 pontos da rede na capital paulista, no valor de R$ 69,90. A previsão é de que as unidades da rede no interior de São Paulo e demais estados recebam o produto a partir deste fim de semana nas lojas físicas.

    Nas farmácias do grupo DPSP, que reúne as Drogarias Pacheco e Drogaria São Paulo, os autotestes estarão disponíveis nas lojas físicas a partir de sexta-feira (4).

    O autoteste também está disponível para as compras online pela Droga Raia e Drogasil, em todo país, com prazos de entrega que variam de acordo com a região.

    O produto disponível é o Novel Coronavírus (Covid-19) Autoteste Antígeno, da empresa CPMH, o primeiro teste aprovado pela Anvisa, em 17 de fevereiro.

    Confira orientações diante do diagnóstico de Covid-19

    (Publicado por Lucas Rocha, da CNN)

    Mais Recentes da CNN