Brasil registra 202 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

País é o 62º lugar no ranking global de aplicação de vacinas contra a doença; já são 601.213 mortes devido ao coronavírus

Sepultamento de pessoa que morreu de Covid-19 em cemitério de São Paulo
Sepultamento de pessoa que morreu de Covid-19 em cemitério de São Paulo 23/03/2021REUTERS/Amanda Perobelli

João de Marida CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O Brasil registrou mais 202 mortes e 6.918 novos casos da Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo dados publicados nesta segunda-feira (11) pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Este é o segundo menor número de casos diários desde maio de 2020.

O menor número de casos diário deste ano foi no dia 13 de setembro, quando houve o registro de 6.645 novos pacientes de Covid-19.

Já a média móvel de óbitos ficou em 437, apresentando uma pequena redução em comparação com a última segunda-feira, que registrou 500 vítimas na média de 7 dias.

Ao todo, o Brasil acumula 601.213 mortes pela doença e 21.582.738 pessoas infectadas.

No domingo (10), país teve o menor número de mortes pela doença registrados em 24 horas neste ano, junto com 6 de setembro, e o mais baixo desde 15 de novembro de 2020. Foram 182 mortes no período, segundo o Conass.

São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Bahia e Santa Catarina seguem como os estados mais afetados pela pandemia. Todos ultrapassam a marca de 1 milhão de infectados.

Na última quinta-feira (7), o Brasil ultrapassou a marca de 600 mil mortes pela Covid-19. Em 19 de junho, o número de vítimas era 500 mil. Em agosto de 2020, menos de seis meses após o primeiro registro de óbito, o país contabilizou as 100 mil mortes por coronavírus.

O Brasil é o segundo país no mundo com mais vítimas da Covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos, que registram 713 mil mortes, segundo dados da Universidade Johns Hopkins.

Painel da vacina no Brasil

Dados levantados pela Agência CNN nesta segunda-feira (11) mostram que o Brasil ocupa o 62º lugar no ranking global de aplicação de vacinas contra a Covid-19, determinado pela taxa de 118,05 vacinas a cada 100 habitantes. O país já esteve na 56ª posição deste ranking e chegou a descer para 70º.

Com 251.819.976 doses aplicadas, o país ocupa o 4ª lugar no comparativo geral, ficando atrás de China (mais de 2 bilhões), Índia (951 milhões) e Estados Unidos (401 milhões).

Entre os países do G20, no entanto, o Brasil ocupa a 14ª posição na quantidade de doses aplicadas a cada 100 habitantes. Os primeiros lugares são ocupados por China, com 153,80 doses; Canadá, com 149,91; e Itália, com 142,93.

Outros países que também estão a frente são França (141,99), Reino Unido (138,30), Japão (136,54) e Coreia do Sul (134,31).

Mais Recentes da CNN