Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Brasil registra 2.914 mortes em 24 horas e passa de 386 mil óbitos por Covid-19

    País soma 14.237.027 infectados pelo novo coronavírus desde o início da pandemia

    Anna Gabriela Costa, da CNN, em São Paulo

    Ouvir notícia

    Nas últimas 24 horas o Brasil registrou 2.914 mortes e 69.105 novos casos de Covid-19, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (23) pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

    Com a atualização no número de vítimas, o país já soma 386.416 mortes e passa de 14 milhões de infectados pelo novo coronavírus. Sendo o terceiro país no mundo com maior número de contaminados, atrás apenas dos Estados Unidos, com 31 milhões de infectados pelo vírus, e da Índia, com 16 milhões de pessoas contagiadas pela Covid-19. 

    Já em número de mortes pela Covid-19, o Brasil fica em segundo lugar na análise mundial, atrás apenas dos Estados Unidos, que soma, até o momento, 570.932 óbitos, segundo dados da Universidade Johns Hopkins. O México aparece em terceiro lugar, com 214.094 mortes. 

    Hospital de campanha para pacientes da Covid-19 em Santo André (SP)
    Hospital de campanha para pacientes da Covid-19 em Santo André, em São Paulo
    Foto: Amanda Perobelli/Reuters (7.abr.2021)

     

    No Brasil, os estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e Bahia estão entre os mais afetados pela pandemia, atualmente. Os dados são atualizados diariamente pelas autoridades de saúde. 

    Vacina brasileira

    O Instituto Butantan enviou na manhã desta sexta-feira (23) uma solicitação à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para início dos testes clínicos da vacina Butanvac contra a Covid-19.

    A Anvisa tem 72 horas para analisar o pedido de testes clínicos. Segundo nota da agência, uma equipe técnica já iniciou a avaliação para dar seguimento a análise de autorização do estudo.

    Os estudos das fases 1 e 2 são realizados em um período de 20 semanas, mas o Butantan espera obter os resultados iniciais de análise a partir da décima primeira semana para, a partir disso, solicitar o uso emergencial junto à Anvisa.

    Tópicos

    Tópicos

    Mais Recentes da CNN