Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Brasil registra 948 mortes por Covid-19 em 24 horas, informa Conass

    Média móvel de óbitos e casos cresce em relação a sábado

    Mulher internada com Covid-19 no Rio de Janeiro
    Mulher internada com Covid-19 no Rio de Janeiro Foto: Fabio Teixeira/Anadolu Agency via Getty Images

    Giovanna Galvani, da CNN, em São Paulo*

    O Brasil registrou 948 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, o que totaliza 542.214 vítimas da doença desde o início da pandemia, informou o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) neste domingo (18). 

    O número de casos registrados no mesmo período foi de 34.126, o que levou o país a atingir 19.376.574 infecções confirmadas até então. 

    A média móvel de casos em relação aos últimos 7 dias alcançada neste domingo, de 40.948 contaminações, apresentou estabilidade em relação ao que vem sendo registrado nos últimos dias. O mesmo foi observado em relação às mortes, com média móvel de 1.247 óbitos.

    São Paulo continua como o estado com maior número de casos (3.939.632) e mortes (134.803) registrados durante a pandemia, sendo seguido por Minas Gerais, com mais de 1,9 milhão de infecções e 48.975 óbitos. O Paraná, que aparece em terceiro lugar, registrou mais de 1.3 milhão de casos e 33.740 mortes.

    A maior taxa de mortalidade a cada 100 mil habitantes é do estado de Rondônia, com índice de 354,8. Por lá, morreram 6.306 brasileiros por Covid-19. Já a maior letalidade – ou seja, o número de óbitos entre as pessoas que apresentaram a doença – está no Rio de Janeiro, com taxa de 5,8%. O estado registrou 57.578 mortes.

    Em relação à incidência, o maior índice é de Roraima, com 19.349 casos também a cada 100 mil pessoas. 

    Segundo levantamento feito pela CNN Brasil, 17 estados e o Distrito Federal registraram queda na taxa de letalidade pela Covid-19 em um mês. Os dados foram analisados comparando os índices registrados entre maio e junho.

    Com base nos boletins epidemiológicos divulgados pelas Secretarias Estaduais de Saúde, a CNN Brasil analisou e calculou a taxa de letalidade registrada por cada unidade da federação durante os dois meses. A taxa de letalidade representa os casos que evoluíram para óbito dentre as pessoas que contraíram a Covid-19.

    *Com informações de Giovanna Bronze, da CNN