Brasil tem mais mortes diárias que os EUA, mas segue com menor acumulado semanal

Ministério da Saúde informou 1.641 novas mortes por Covid-19, recorde brasileiro desde o início da pandemia

Cemitério São Francisco Xavier, no Caju, zona Norte do Rio de Janeiro
Cemitério São Francisco Xavier, no Caju, zona Norte do Rio de Janeiro Foto: Jorge Hely/Framephoto/Estadão Conteúdo

Giovanna Bronze, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil registrou 1.641 novas mortes por Covid-19 – recorde para o país desde o início da pandemia. Esse número chegou a ser maior, inclusive, que o registrado pelos Estados Unidos, que contabilizaram 1.061 mortes, segundo a Organização Mundial da Saúde.

De acordo com a Universidade Johns Hopkins, os Estados Unidos ocupam a primeira posição de país com mais casos e mortes em decorrência do coronavírus, acumulando 29.779.998 e 516.618, respectivamente. Já o Brasil aparece como o segundo país com mais mortes, com 257.361, segundo o Ministério da Saúde, e o terceiro com mais casos, com 10.646.926.

Apesar de ter superado o número diário, o Brasil segue abaixo do registrado durante esta semana. Entre 1º e 2 de março, os EUA contabilizaram 2.885 novas mortes, enquanto o Brasil registrou 2.419.

A disparidade fica ainda maior em relação à última semana, de 22 a 28 de fevereiro. Neste período, os EUA registraram 14.886 novas mortes – enquanto o Brasil registrou 8.438.

Mais Recentes da CNN