Brasileiro é o povo que se sente mais solitário no mundo, revela pesquisa

No quadro Correspondente Médico, Fernando Gomes explicou o sentimento da solidão e onde ele é acionado no cérebro

Fernanda Lanza, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Um levantamento apontou que os brasileiros são o povo que mais se sente solitário em todo o mundo. A pesquisa ouviu mais de 23 mil pessoas em 28 países. Em segundo lugar, vieram os turcos e depois indianos e sauditas. Na parte de baixo do ranking, está a Holanda, que é o país que menos sofre com a solidão.

Na edição desta sexta-feira (5) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes explicou o sentimento da solidão e por que o Brasil apareceu no topo do ranking.

“O ser humano é uma espécie gregária, que gosta de ficar perto de pessoas, trocar experiência, gosta do toque, do calor e da emoção. Mas quando temos a pitada da cultura brasileira, a gente sabe que isso ressalta”, afirmou o médico. “Quando vivemos uma situação diferente como agora, que impõe restrições, é natural que a gente acabe sentindo na pele a falta de algo que nos faz muito bem”, completou.

“Tem alguns núcleos cerebrais chamados núcleos da Rafe, que são responsáveis pela manutenção da vida e são acionados quando temos a sensação de querer estar junto, querer estar perto, esse bem-estar, até nos casos de relacionamento amoroso ele é ativado. Existe uma explicação de fundo neurobiológico para isso [o sentimento de solidão]”, explicou Gomes.

Depressão
Pesquisa feita em 28 países revelou os brasileiros como os mais solitários em todo o mundo
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

 

Mais Recentes da CNN