Buscas pelo termo “testes de Covid” na internet dobraram em uma semana

Pesquisa pelo tema foi mais expressiva no Rio de Janeiro, no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina; capital fluminense tem alta de 65% de testes realizados na primeira semana de janeiro

Profissional de saúde colhe amostra para teste de detecção de Covid-19 em estudante em escola.
Profissional de saúde colhe amostra para teste de detecção de Covid-19 em estudante em escola. Reuters/Amanda Perobelli

Nathalia Teixeirada CNN*

no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

O termo “testes de Covid” atingiu, nesta segunda-feira (10), o pico das buscas no Google dos últimos sete dias. O interesse pelo termo dobrou em relação à segunda-feira passada (3). Os dados são do Google Trends, uma plataforma que monitora as pesquisas realizadas na plataforma.

Entre os estados que mais buscaram pelo termo, estão Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

O município do Rio de Janeiro registrou um aumento de 65,09% no número de testes de Covid-19 realizados na primeira semana de janeiro em comparação com a última de 2021. O número saltou de 20.602 para 59.027.

Já a taxa de positividade chegou a 44% na capital, ou seja, a cada 100 pessoas que fizeram o teste, 44 foram diagnosticadas com a doença.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, os seis centros de testagem anexos a UPAs, abertos na última sexta-feira (07), realizaram, nos três primeiros dias de funcionamento, um total de 4.444 testes, sendo 1.593 positivos. Nesta segunda-feira (10), a capacidade dos centros de testagem foi ampliada de 2100 para 3000 testes por dia. No total, são nove polos.

A prefeitura de Niterói dobrou o número de guichês de atendimento para testagem no modelo drive-thru. Nesta segunda-feira (10), primeiro dia de retomada do atendimento no local, foram realizados cerca de 1.270 testes. A testagem, que está sendo feita mediante agendamento na plataforma “Dados do Bem”.

Casos de covid-19 em 2022 já superam somas de novembro e dezembro de 2021 no Rio

Nos dez primeiros dias deste ano, foram contabilizados 33.952 casos de Covid-19 no estado do Rio de Janeiro. Nos dois últimos meses de 2021, foram 29.785 casos.

Os números são do painel da Secretaria de Estado de Saúde (SES). Essa explosão de número de casos coincide com a chegada da variante Ômicron do coronavírus ao Brasil.

Segundo a pasta, no entanto, o número de casos e óbitos não acompanhou esse crescimento de casos. Foram 60 mortes nos dez primeiros dias deste ano e 91 novas internações em todo o estado.

Segundo especialistas, a vacinação tem sido responsável pelo cenário, ao evitar que o aumento do número de casos se reflita em crescimento proporcional de casos graves e óbitos.

Para Gonzalo Vecina, médico sanitarista e ex-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a “vacina é segura e eficaz para evitar casos graves e mortes”, além de “proteger crianças e adolescentes”.

* Com informações de Iuri Corsini e supervisão de Helena Vieira

Mais Recentes da CNN