Vacina da gripe: Butantan entrega ao SUS 1º lote de doses contra cepa Darwin

Campanha nacional contará com 80 milhões de doses de vacina contra o vírus da Influenza, das quais metade será entregue até o fim do próximo mês e o restante até o fim de abril, de acordo com o Butantan

Instituto Butantan entrega primeiro lote de vacinas contra a gripe para o Programa Nacional de Imunizações (PNI) deste ano
Instituto Butantan entrega primeiro lote de vacinas contra a gripe para o Programa Nacional de Imunizações (PNI) deste ano Marcelo Camargo/Agência Brasil

Redação O Estado de S. Paulo, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

O Instituto Butantan divulgou ter entregue na sexta-feira (25) o primeiro lote de vacinas contra a gripe para o Programa Nacional de Imunizações (PNI) deste ano. Ao todo, foram 2 milhões de doses.

O imunizante que será distribuído pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em 2022 protegerá contra o subtipo Darwin, do H3N2, relacionado ao surto de Influenza no fim do ano passado, o H1N1 e a cepa B.

Segundo a instituição, o primeiro lote foi enviado antes do prazo máximo, previsto para março, “após os dados obtidos sobre as novas cepas serem enviados e aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)”.

A campanha nacional contará com 80 milhões de doses de vacina contra o vírus da Influenza, das quais metade será entregue até o fim do próximo mês e o restante até o fim de abril, de acordo com o Butantan.

Anualmente, o imunizante é modificado com base nos três subtipos que mais circularam no Hemisfério Sul no ano anterior.

Exigência de declaração de saúde para quem chega ao Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) prorrogou, na sexta-feira (25), o período de dispensa da apresentação da Declaração de Saúde do Viajante para o dia 2 de março.

De acordo com a portaria publicada no dia 20 de janeiro, o documento obrigatório para embarque internacional de viajantes com destino ao Brasil deve ser apresentado à companhia aérea responsável pelo voo antes do embarque.

No entanto, foi detectada, no dia 24 de fevereiro, a ocorrência de oscilação na disponibilidade de acesso ao sistema do formulário eletrônico, segundo a Anvisa.

Para evitar transtornos, a Anvisa havia dispensado a apresentação do documento até este sábado (26). Devido à instabilidade e diante da necessidade de ajustes técnicos, a agência ampliou o período de dispensa da apresentação do documento até às 23h59 do dia 2 de março, horário de Brasília.

Cuidados básicos ajudam a prevenir a Covid-19 e a gripe

Mais Recentes da CNN