À espera de IFA da China, Butantan interrompe envase de Coronavac

A previsão é que a linha de produção da vacina contra a Covid-19 volte a funcionar no dia 26 de junho, data em que é esperada a chegada de novo lote do insumo

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Após entregar 2,2 milhões de doses para o Plano Nacional de Imunização (PNI) nesta sexta-feira (18), o Instituto Butantan vai interromper o envase da Coronavac após o fim do insumo farmacêutico ativo (IFA), que vem da China. 

A previsão é que a linha de produção da vacina contra a Covid-19 volte a funcionar no dia 26 de junho, quando é esperada a chegada de um novo lote de IFA com 6 mil litros do produto. A quantidade será suficiente para produzir 10 milhões de doses da Coronavac.

Seguindo o cronograma do governo do estado de São Paulo, o Instituto Butantan deve voltar a entregar vacinas ao PNI no dia 15 de julho.

Frasco com Coronavac, vacina contra Covid-19
Frasco com Coronavac, vacina contra Covid-19
Foto: Vincent Bosson/Fotoarena/Estadão Conteúdo (19.mar.2020)

(Publicado por Bruna Baddini)

Mais Recentes da CNN