Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Caso suspeito de poliomielite é investigado em Rorainópolis, em Roraima

    Último caso da doença no país foi registrado em 1989, no estado da Paraíba; Ministério da Saúde realiza campanha nacional de vacinação

    Poliomielite é causada por um vírus que pode provocar a paralisia infantil
    Poliomielite é causada por um vírus que pode provocar a paralisia infantil Adene Sanchez/Getty Images

    Lucas RochaGiulia Alecrimda CNN em São Paulo

    Um caso suspeito de poliomielite é investigado no estado de Roraima. A Secretaria Municipal de Saúde de Rorainópolis, no Sul do estado, afirmou em nota que a Coordenação de Vigilância em Saúde recebeu a notificação do caso na segunda-feira (29).

    O último caso da doença no país foi registrado em 1989, no estado da Paraíba. A doença é considerada erradicada no país. Em agosto, o Ministério da Saúde lançou uma campanha nacional de vacinação com o objetivo de ampliar a cobertura vacinal contra a doença.

    A estimativa da pasta é de imunizar quase 15 milhões de crianças contra a doença que pode provocar a paralisia infantil. O grupo-alvo são as crianças menores de 5 anos de idade, totalizando mais de 14,3 milhões de pessoas, sendo que as crianças menores de 1 ano deverão ser vacinadas conforme a situação vacinal encontrada para esquema primário, segundo a pasta.

    O ministério recomenda que as crianças de um a quatro anos sejam vacinadas indiscriminadamente com a Vacina Oral Poliomielite (VOP), desde que já tenham recebido as três doses de Vacina Inativada Poliomielite (VIP) do esquema básico.

    “Temos que imunizar contra a poliomielite 15 milhões de crianças. Não é uma atribuição exclusiva do Ministério da Saúde fazer esse tipo de ação. Nós temos os programas de imunização dos estados e dos municípios que são fundamentais e imprescindíveis para que a vacina, que é um dever do estado, mas acima de tudo um direito de cada brasileiro, possa chegar a cada uma das nossas 15 milhões de crianças”, disse Queiroga no evento de lançamento da campanha.

    Sobre a poliomielite

    A poliomielite é uma doença contagiosa causada por vírus que pode infectar crianças e adultos. Nos casos graves, pode levar à paralisia nas pernas. O Ministério da Saúde alerta que a vacinação é a única forma de prevenção e que todas as crianças menores de cinco anos devem ser imunizadas.

    A cobertura vacinal da pólio apresenta resultados abaixo da meta de 95% desde 2016, o que segundo especialistas pode levar à reintrodução do vírus no país.

    Em entrevista à CNN, o presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), Juarez Cunha, afirmou que o risco da volta da paralisia infantil no Brasil é considerado alto.

    “Temos vacinas seguras, eficazes e gratuitas que oferecem toda a possibilidade de impedir o ressurgimento dessa doença no Brasil, mas vemos pouca adesão tanto na campanha do governo contra poliomielite como em todas as outras vacinas”, disse Cunha.

    (Com informações de Ricardo Gouveia e Bel Campos, da CNN)