Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Casos de varíola dos macacos no Brasil passam de 2 mil; conheça os sintomas

    Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Goiás apresentam mais casos da doença

    Diagnóstico laboratorial da varíola dos macacos
    Diagnóstico laboratorial da varíola dos macacos Foto: Josué Damacena/IOC/Fiocruz

    Lucas RochaBruno Laforéda CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    O Brasil tem 2.004 casos confirmados da varíola dos macacos, de acordo com dados do Ministério da Saúde divulgados neste sábado (6).

    Os registros foram realizados nos estados de São Paulo (1.501), Rio de Janeiro (230), Minas Gerais (81), Goiás (38), Distrito Federal (37), Paraná (36), Bahia (15), Ceará (5), Rio Grande do Norte (4), Espírito Santo (5), Pernambuco (10), Tocantins (1), Acre (1), Amazonas (3), Pará (1), Paraíba (1), Piauí (1), Rio Grande do Sul (20), Mato Groso (2), Mato Grosso do Sul (5), e Santa Catarina (7).

    As manifestações clínicas da varíola dos macacos habitualmente incluem lesões na pele na forma de bolhas ou feridas que podem aparecer em diversas partes do corpo, como rosto, mãos, pés, olhos, boca ou genitais.

    O período de incubação é geralmente de 6 a 13 dias, mas pode variar de 5 a 21 dias. Na forma mais comum documentada da doença, os sintomas podem surgir a partir do sétimo dia com uma febre súbita e intensa.

    São comuns sinais como dor de cabeça, náusea, exaustão, cansaço e principalmente o aparecimento de inchaço de gânglios, que pode acontecer tanto no pescoço e na região axilar como na parte genital.

    Já a manifestação na pele ocorre entre um e três dias após os sintomas iniciais. Os sinais passam por diferentes estágios: mácula (pequenas manchas), pápula (feridas pequenas semelhantes a espinhas), vesícula (pequenas bolhas), pústula (bolha com a presença de pus) e crosta (que são as cascas de cicatrização).

    Mais Recentes da CNN