CDC sugere que 78% dos EUA não precisam mais usar máscara em ambientes fechados

Novas recomendações do CDC utilizam como parâmetro números de hospitalizações, leitos ocupados e pessoas contaminadas

Governo do DF determina retorno do uso obrigatório de máscaras em ambientes fechados
Governo do DF determina retorno do uso obrigatório de máscaras em ambientes fechados Agência Brasil

Elizabeth CohenJacqueline Howardda CNN

Ouvir notícia

A maioria das pessoas nos Estados Unidos vivem em áreas onde aqueles que estão saudáveis não precisam usar máscaras em ambientes fechados, de acordo com as novas orientações do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC). Esta é uma atualização radical em relação às recomendações anteriores do órgão.

As novas métricas do CDC indicam que aproximadamente 28% das pessoas nos Estados Unidos vivem em uma região onde não é mais necessário utilizar máscaras em ambientes fechados. Anteriormente, o CDC utilizava os níveis comunitários de transmissão como uma métrica para recomendar restrições, como o uso de máscaras em ambientes fechados. Nesse cenário, 99% dos americanos viviam em regiões que deveriam seguir tal restrição.

Agora, as métricas de “nível de comunidade da Covid-19” do CDC têm como base três princípios de dados comunitários: o número de novas hospitalizações por Covid-19, a capacidade hospitalar e novos casos de Covid-19. O site do CDC inclui uma lista de regiões dos EUA e seus níveis atuais de Covid-19.

A partir dos novos critérios, mais de 70% da população dos EUA está localizada em uma região com níveis baixos ou médios de Covid-19. Nestes lugares, não há recomendações para uso de máscaras em ambientes internos a menos que você tenha alto “risco potencial risco” de ter contraído Covid-19. Neste caso, o CDC recomenda que você converse com seu médico sobre o uso de máscara.

Em todos os níveis, o CDC recomenda que as pessoas tomem vacina e a dose de reforço, além de se testarem caso tenham sintomas.

Em áreas com níveis “altos”, o CDC aconselha o uso de máscara em ambientes internos públicos, incluindo escolas. Em áreas com níveis “médios”, o CDC aconselha conversar com seu médico sobre o uso de máscara se você estiver em maior risco de contrair Covid-19. Em áreas com níveis de transmissão comunitária “baixos” de Covid-19, não há recomendação de uso de máscara.

O CDC diz ainda que, qualquer um que quiser usar uma máscara, deve continuar a utilizá-la.

“Esta nova estrutura vai além de apenas olhar casos e testes, para avaliar fatores que refletem a gravidade da doença – incluindo hospitalizações e capacidade hospitalar – e ajuda a determinar se o nível de Covid-19 e risco de doença grave é baixo, médio ou alta em uma comunidade”, disse a diretora do CDC, Dra. Rochelle Walensky, a repórteres durante uma coletiva de imprensa na sexta-feira (25).

“O nível de transmissão comunitária de Covid-19 que estamos divulgando hoje informará as recomendações do CDC sobre medidas de prevenção, como uso de máscaras. As recomendações de prevenção do CDC serão em camadas e dependerão do nível Covid-19 na comunidade”, disse Walensky. “Esta abordagem atualizada se concentra em direcionar nossos esforços de prevenção para proteger as pessoas com alto risco de doenças graves e evitar que hospitais e sistemas de saúde fiquem sobrecarregados”.

Níveis comunitários de Covid-19

Regiões com menos de 200 novos casos de Covid-19 a cada 100 mil pessoas na semana anterior serão considerados como os de nível “baixo” caso ainda tenham menos de 10 novas admissões hospitalares de Covid-19 a cada 100 mil pessoas ou ainda caso tenham menos de 10% dos leitos hospitalares ocupados por pacientes de Covid-19 em média na última semana.

Já os níveis “médios” são em regiões que tenham entre 10 e 20 novas admissões hospitalares de Covid-19 a cada 100 mil pessoas ou entre 10% r 14,88% de leitos ocupados por pacientes de Covid-19 na média durante a semana anterior.

Os níveis são considerados “altos” se as regiões tiveram 20 ou mais hospitalizações de Covid-19 a cada 100 mil pessoas ou no mínimo 15% dos leitos ocupados por pacientes com Covid-19 na média da semana anterior.

Regiões com 200 ou mais novos casos de Covid-19 a cada 100 mil pessoas na semana anterior não são consideradas como nível “baixo”. Elas são consideradas “médias” se tiverem mais de 10 novas hospitalizações a cada 100 mil pessoas ou menos ou 10% dos leitos ocupados na média da sema anterior. E são consideradas “altas” se tiverem 10 ou mais admissões hospitalares por Covid-19 a cada 100 mil pessoas ou ao menso 10% dos leitos ocupados por pacientes com a doença na semana anterior.

As novas recomendações do CDC chegam em uma época em que os casos diários de Covid-19 nos EUA caíram para um décimo do pico que alcançaram no mês anterior, de acordo com dados da Universidade John Hopkins. A queda de 90% — que foi de uma média de 802 mil casos por dia em 15 de janeiro para menos de 75 mil por dia atualmente — aconteceram ao longo de seis semanas.

Nas últimas semanas , alguns estados parecem já ter feito essa mudança de foco da transmissão comunitária para hospitalizações. Vários estados fizeram planos para suspender a obrigação do uso de máscaras em ambientes internos ou escolares com base em suas próprias métricas, como taxas de hospitalização em declínio e taxas maiores de residentes totalmente vacinados acima da média nacional.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN