Cidade de São Paulo oferece testes rápidos de Covid em todas as unidades de saúde

Capital paulista realizará 300 mil testes rápidos de antígeno no setor de triagem das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para identificar os casos positivos de Covid-19

A prefeitura orienta que os indivíduos com sintomas respiratórios agudos façam o teste rápido
A prefeitura orienta que os indivíduos com sintomas respiratórios agudos façam o teste rápido Myke Sena/MS

Lucas Rochada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

A Prefeitura de São Paulo inicia, nesta quarta-feira (5), a realização de 300 mil testes rápidos de antígeno no setor de triagem das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para identificar os casos positivos de Covid-19.

Segundo a prefeitura, a medida tem como objetivo realizar um levantamento da proporção dos casos de influenza e de Covid-19 entre as pessoas que apresentam sintomas respiratórios na cidade.

Os testes rápidos para influenza podem ser feitos nas UBSs, nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), nas Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs), pronto atendimentos e prontos-socorros da capital paulista.

A prefeitura orienta que os indivíduos com sinais respiratórios agudos, que apresentem pelo menos dois dos sintomas (febre, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, distúrbios olfativos ou degustativos), façam o teste rápido.

Caso o teste para Covid-19 seja positivo, a pessoa será orientada a coletar a amostra para diagnóstico molecular (RT-PCR). Posteriormente, essas amostras serão encaminhadas ao Instituto Butantan, para sequenciamento genômico e identificação da variante circulante.

Em caso negativo para Covid-19, o indivíduo deverá realizar o teste rápido para o vírus influenza, causador da gripe.

A etiqueta respiratória contribui para prevenir a transmissão da Covid-19 e da gripe. As medidas incluem a utilização adequada de máscara, cobrindo nariz e boca, o distanciamento físico de outras pessoas, cobrir a boca e nariz quando tossir ou espirrar e lavar as mãos com água e sabão regularmente.

Confira orientações do Ministério da Saúde diante do diagnóstico positivo para a Covid-19:

Mais Recentes da CNN