Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Comer cenoura traz benefícios para toda a saúde, dizem nutricionistas

    O vegetal é rico em carotenoides, antioxidantes naturais que ajudam a prevenir inflamações e a promover a saúde do coração, além de vitamina A

    Cenouras são vegetais ricos em carotenoides, antioxidantes importantes para a saúde da pele e do coração
    Cenouras são vegetais ricos em carotenoides, antioxidantes importantes para a saúde da pele e do coração Kerkez/GettyImages

    Taylor Niciolida CNN

    Os vegetais são ótimos não apenas por sua versatilidade — podem ser consumidos crus ou cozidos, inteiros ou picados — mas também por seus benefícios à saúde. No entanto, quem procura incorporar mais vegetais em sua dieta pode estar negligenciando um alimento em particular.

    Consumir três porções de mini cenouras por semana pode proporcionar um aumento significativo de nutrientes importantes encontrados nos vegetais de raiz laranja, de acordo com um novo estudo não publicado apresentado em 30 de junho em Chicago, na Nutrition 2024, a reunião anual da American Society for Nutrition.

    Pesquisas realizadas separadamente em 2015 e 2019 descobriram que apenas cerca de 1 em cada 10 adultos americanos consumiam as recomendadas 2 a 3 xícaras de vegetais diariamente, de acordo com um relatório de 2022 dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos sobre a ingestão de frutas e vegetais. Essa estatística inspirou a autora principal do estudo, Mary Harper Simmons, e seus colegas a investigar uma solução simples que poderia aumentar a ingestão semanal de vegetais de uma pessoa.

    “(Mini cenouras) são fáceis de levar, ótimas com coisas como ranch, homus — eu já vi pessoas mergulhá-las em manteiga de amendoim — algumas pessoas gostam delas puras,” diz Simmons, estudante de pós-graduação em nutrição na Samford University no Alabama. “Eu realmente gostaria de mostrar às pessoas que melhorar sua saúde pode ser feito com pequenas mudanças simples. … Não precisa ser uma mudança drástica da noite para o dia.”

    Para o estudo, uma porção de mini cenouras — picadas em pedaços menores e comumente vendidas em supermercados — era de cerca de oito a doze cenouras, o equivalente a 100 gramas ou meia xícara, acrescentou Simmons.

    O estudo, que ainda não foi publicado, analisou 60 jovens adultos que foram designados a comer porções de cenouras três vezes por semana, não comer cenouras e, em vez disso, tomar um suplemento multivitamínico, consumir uma combinação das cenouras e do multivitamínico, ou não consumir nem as cenouras nem o suplemento, como grupo de controle.

    Após quatro semanas, os pesquisadores descobriram que aqueles que comeram cenouras tiveram um aumento de 10,8% nos carotenoides na pele, antioxidantes naturais que têm benefícios para a saúde, como prevenir inflamações e promover a saúde do coração, segundo a Cleveland Clinic.

    Além disso, os pesquisadores descobriram que aqueles que apenas tomaram o multivitamínico (contendo o mesmo carotenoide encontrado nas cenouras) não tiveram mudanças nos níveis de carotenoides. Mas aqueles que consumiram as cenouras e o suplemento tiveram os maiores benefícios, aumentando seus carotenoides na pele em 21,6%.

    “As pessoas podem pensar: ‘Ei, estou tomando um suplemento multivitamínico, (isso deve ser suficiente)’, mas isso sozinho não aumentou a acumulação de carotenoides. Foi a combinação que pareceu aumentá-la”, explica Suresh Mathews, investigador principal do novo estudo e professor e diretor do departamento de nutrição e dietética da Samford.

    “A filosofia de ‘comida em primeiro lugar’ sempre funciona. Mas para populações que podem não ser capazes de consumir apenas alimentos ou que são limitadas, a combinação de alimentos e suplementos parece ter um efeito ainda maior nesse caso”, acrescenta.

    Os benefícios de comer cenouras e outros vegetais

    “Alta ingestão de vegetais está associada a todos os tipos de efeitos positivos na saúde — o risco de todos os tipos de doenças crônicas é reduzido com o aumento do consumo de frutas e vegetais”, diz Sander Kersten, diretor da divisão de ciências nutricionais e professor da Família Schleifer na Universidade Cornell, que não esteve envolvido no novo estudo. Comer vegetais pode proteger contra doenças cardíacas, alguns tipos de câncer, diabetes e obesidade, de acordo com o CDC.

    Mas cenouras e outros vegetais de tons laranja e vermelho, como abóbora e batata-doce, são únicos por serem ricos em betacaroteno, o carotenoide que o corpo converte em vitamina A, diz Kersten. Vegetais de folhas verdes escuras, como espinafre e couve, também são ricos em betacaroteno, ele acrescentou.

    A vitamina A é importante para manter o coração, pulmões e outros órgãos saudáveis, além de apoiar várias funções corporais, de acordo com os Institutos Nacionais de Saúde. A deficiência de vitamina A não é comum nos Estados Unidos, mas as pessoas ainda devem procurar comer frutas e vegetais para aproveitar os benefícios dos alimentos naturais, baixos em calorias e ricos em fibras, disse Kersten.

    Jovens adultos comendo vegetais

    Embora lembrar de incluir vegetais em uma dieta saudável seja bom para todos, Simmons disse que a mensagem é particularmente importante quando se trata de jovens adultos.

    De acordo com o relatório do CDC de 2022, cerca de 7% dos adultos entre 18 e 30 anos comem a quantidade recomendada de vegetais, enquanto uma Avaliação Nacional de Saúde Universitária de 2023, da American College Health Association, descobriu que cerca de 1 em cada 4 estudantes universitários pesquisados disse que comia três ou mais porções de vegetais por dia.

    “Você ouve aquela coisa que dizemos às crianças, ‘Coma o arco-íris’, e eu sinto que, para qualquer idade, isso realmente se aplica,” disse Simmons. “É bom ter uma variedade de cores no seu prato e, se não em todas as refeições, apenas ter uma variedade ao longo do dia e da semana é definitivamente muito benéfico para obter todos aqueles nutrientes essenciais que nosso corpo precisa para funcionar.”

    Fruta engorda? Conheça os benefícios do consumo equilibrado

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original