Comitê da FDA recomenda que EUA autorizem vacina em dose única da Janssen

Imunizante contra a Covid-19 do grupo Johnson & Johnson foi aprovado por unanimidade por especialistas e é provável que FDA autorize uso emergencial em breve

Vacina da farmacêutica Janssen, do grupo Johnson & Johnson, contra o novo coronavírus
Vacina da farmacêutica Janssen, do grupo Johnson & Johnson, contra o novo coronavírus Foto: Dado Ruvic/Reuters

Por Manas Mishra e Michael Erman,

Da Reuters

Ouvir notícia

 

Um painel de consultores especialistas da Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos Estados Unidos votou, nesta sexta-feira (26), a favor da autorização da vacina de dose única contra Covid-19 da farmacêutica Janssen, do grupo Johnson & Johnson, para uso emergencial.

A medida é considerada um passo importante para a vacinação nos EUA.

É provável que a FDA autorize a vacina para uso de emergência dentro de um ou mais dias, tornando-a a terceira disponível nos EUA e a única que requer apenas a aplicação de uma dose.

 

O painel formado por médicos, especialistas em doenças infecciosas e pesquisadores médicos votou de forma unânime de que os benefícios da vacina superam os riscos em pessoas com 18 anos ou mais.

A J&J disse que poderá enviar de 3 a 4 milhões de doses de sua vacina na próxima semana se receber a autorização de uso de emergência, como esperado.

O conselheiro sênior da Casa Branca Andy Slavitt afirmou no Twitter que a FDA se reunirá para finalizar a autorização no sábado. “Uma terceira vacina segura e eficaz é uma notícia muito bem-vinda”, disse ele.

Mais de 50 milhões de vacinas foram administradas em todo o país, um marco destacado pelo presidente Joe Biden na quinta-feira.

Mas o surgimento de novas variantes altamente contagiosas aumentou a urgência de imunizar centenas de milhões de pessoas contra um vírus que já matou mais de meio milhão nos Estados Unidos.

Mais Recentes da CNN