Conheça o histórico de saúde e de cirurgias do Papa Francisco

Pontífice que vai operar diverticulite já teve parte do pulmão removido, operou de catarata, tem problemas de coluna, mas fala de todos eles com bom humor

Papa Francisco na primeira audiência pública desde março
Papa Francisco na primeira audiência pública desde março Foto: Guglielmo Mangiapane - 02.set.220 / Reuters

Camila Neumam, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A cirurgia para tratar uma diverticulite a ser realizada no Papa Francisco se soma a outras doenças e intervenções que afetaram o pontífice ao longo de sua vida. 

Francisco foi internado no Hospital Gemelli, em Roma, neste domingo (4), para uma cirurgia agendada para conter a inflamação no cólon. O pontífice argentino, de nome real Jorge Mario Bergoglio, não se furta de falar de sua saúde quando questionado, e ainda o faz com bom humor.

No dia 14 de março de 2013, um dia após ter se tornado Papa, o então porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, confirmou que parte de um dos pulmões de Francisco havia sido removida, devido a uma grave pneumonia que o acometeu aos 21 anos.

Em 21 de outubro de 2015, o Vaticano negou rumores sobre um suposto tumor cerebral benigno encontrado no pontífice argentino, conforme publicado pela mídia italiana.

No mesmo ano, com problemas no quadril e dores nas costas, o papa passou a fazer sessões regulares de fisioterapia, relatou à época o porta-voz do Vaticano.

Em Roma, em 2017, o pontífice deu detalhes da operação no pulmão a um jornalista argentino, e também relatou que havia sido submetido a uma cirurgia na vesícula biliar, quando já era superior provincial dos jesuítas.

Ele também relatou um problema cardíaco em 2004 e disse que, como seu pai, foi diagnosticado com esteatose hepática (gordura no fígado), que superou com uma dieta específica que também o fez perder peso.

Francisco também explicou que tem uma estreiteza no espaço intervertebral entre a quarta e a quinta vértebras lombares, e entre esta e o sacro, e que sofre de pés chatos, razão pela qual às vezes é visto andando “como uma galinha choca”.

O pontífice argentino ainda relatou que fez uma cirurgia de catarata em 2019.

 

Mais Recentes da CNN