Coordenador de testes da Pfizer: Fábrica no Brasil também ajudará em vacinas contra outras doenças

Farmacêutica norte-americana anunciou nesta quinta-feira (26) uma parceria com a Eurofarma para produzir a vacina contra a Covid-19 aqui no país

Produzido por Layane Serranoda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

A farmacêutica Pfizer anunciou nesta quinta-feira (26) uma parceria com a Eurofarma para produzir a vacina contra a Covid-19 no Brasil. As doses produzidas serão distribuídas exclusivamente na América Latina.

Em entrevista à CNN, Cristiano Zerbini, coordenador dos testes clínicos da vacina da Pfizer contra o novo coronavírus aqui no país, afirmou que a notícia é positiva também porque a fábrica ajudará na produção de vacinas contra outras doenças, e não só contra a Covid-19.

“É uma notícia muito boa e a Eurofarma é uma fábrica de medicamentos bastante conhecida aqui no Brasil, tem vários produtos sendo usados pelos brasileiros e tenho a impressão que essa combinação entre BioNTech/Pfizer e a Eurofarma vai ser muito boa para todo o Brasil”, disse Zerbini.

“A vacina de RNA mensageiro vai ser usada também em outras vacinas, como a vacina contra a gripe influenza e contra uma doença respiratória que acomete pessoas com um pouco mais de idade, chamada de doença do vírus intersticial. Então já existem vacinas de RNA mensageiro em produção contra essas doenças, e essa transferência de tecnologia aqui para o Brasil é muito boa porque não vai ficar só na Covid-19. Tenho a impressão de que isso vai ser extrapolado para outras várias vacinas”, explicou.

A previsão é que as atividades de transferência técnica, desenvolvimento no local e instalação de equipamentos comecem imediatamente. A Eurofarma receberá o produto de instalações nos Estados Unidos e a fabricação das doses acabadas terá início em 2022.

A expectativa é que, em plena capacidade operacional, a produção anual no Brasil da vacina da Pfizer excederá 100 milhões de doses. Com o acordo, a Pfizer afirmou que a produção de seu imunizante será feita em quatro continentes, em mais de 20 instalações.

Fotos – vacinação no Brasil e no mundo

Zerbini disse ainda que com a produção do imunizante no país, o preço da dose deve cair. “Vai ser fabricado no Brasil, tenho a impressão que com o tempo vamos ter um acesso econômico mais fácil.” 

(*com informações de Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo)

 

 

 

 

Mais Recentes da CNN