Correspondente Médico: Como se formam coágulos sanguíneos no cérebro?

Neurocirurgião Fernando Gomes explicou os detalhes da cirurgia realizada pelo ex-jogador Diego Maradona

Da CNN

Ouvir notícia

Na última semana, o ex-jogador Diego Maradona passou por uma drenagem na cabeça e o médico responsável disse que a recuperação está sendo “incrível”. O ídolo argentino está internado desde terça-feira (3), após a formação de um coágulo de sangue no cérebro.

Na edição desta segunda-feira (9) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes explicou como são formados os coágulos sanguíneos no cérebro.

Leia mais:

Recuperação de Maradona após cirurgia tem sido “incrível”, diz médico
Maradona foi sedado para conter sintomas de crise de abstinência, segundo médico
Plataforma virtual aproxima fãs de grandes ídolos do esporte

“Existem diversos pontos dentro da caixa craniana que podem acumular um coágulo sanguíneo. Por exemplo, entre o osso e as meninges — membranas como se fossem um ‘saco plástico poderoso’, que envolve o sistema nervoso central e é encontrada depois do osso. Se existe um movimento em que as veias do cérebro rompem, o sangue fica espalhado fora do cérebro e da dura-máter [camada mais externa das meninges].”

(Edição: André Rigue)

Mais Recentes da CNN