Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Correspondente Médico: Vacina com 90% de eficácia pode apresentar problemas?

    Neurocirurgião Fernando Gomes comentou fase final testes dos imunizantes contra a Covid-19 da Pfizer e do russo Sputinik V

    Da CNN

    Dois imunizantes em fase final de testes foram anunciados com 90% de eficácia, o da Pfizer e o russo Sputinik V. Na edição desta terça-feira (10) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes explicou se há a possibilidade dessas vacinas ainda apresentarem problemas.

    “Essas fases iniciais mostraram uma probabilidade muito pequena, mas ainda pode acontecer problemas. Por isso existe o que chamamos de Fase 4, que seria o equivalente ao pós-venda: você bota o produto no mercado e segue monitorando”, explicou.

    Leia e veja também:
    Butantan diz que foi ‘surpreendido’ com interrupção de testes da Coronavac
    Vacina Sputnik V também é 90% eficaz, diz governo russo
    Correspondente Médico: Como se formam coágulos sanguíneos no cérebro?

    Gomes ainda disse que não são todos os medicamentos com 100% de eficácia. “Não existe 100%, gostaríamos muito que fosse assim, mas 90% é um número robusto. Quando pensamos em população, [essa porcentagem] consegue protegê-la de forma interessante.”

    (Edição: André Rigue)