Covid-19: Com 961 novas mortes, Brasil deve chegar a 190 mil óbitos até o Natal

O número de infectados teve alta de 46.696, e, assim, o país chega aos 7.365.517 casos

Movimentação na região central de Campinas, no interior de São Paulo, em meio à pandemia da Covid-19
Movimentação na região central de Campinas, no interior de São Paulo, em meio à pandemia da Covid-19 Foto: Luciano Claudino/Código19/Estadão Conteúdo (21.dez.2020)

André Jankavski,

da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Mais uma vez, o Brasil superou as 900 mortes por Covid-19 em um dia. Nas últimas 24 horas, segundo dados do Ministério da Saúde, foram registrados 961 novos óbitos, fazendo com que a conta total aumentasse para 189.220 falecimentos causados pelo novo coronavírus desde o início da pandemia.

No atual ritmo, a marca de 190 mil mortes deve ser alcançada amanhã (24), véspera de Natal, ou no próprio feriado do dia 25.

Leia também: 
Depois de Supremo, Tribunal Superior do Trabalho pede prioridade para vacina
São Paulo divulga dados sobre a Coronavac; veja o que se sabe sobre a vacina

O número de infectados teve alta de 46.696, e, assim, o país chega aos 7.365.517 casos. Segundo o Ministério da Saúde, ainda há 6,4 milhões de pacientes recuperados e outros 770,9 mil em acompanhamento.

O número de mortes também cresce no mundo. Mais cedo, a Universidade Johns Hopkins divulgou que o mundo registrou 14.468 óbitos causados pelo novo coronavírus. 

O número é o maior já contabilizado em 24 horas desde o início da pandemia. Até então, o pico com mais mortes registradas de um dia para o outro foi em 15 de dezembro, com 13.963.

Luta contra o vírus

Nesta quarta-feira, a principal novidade do combate à propagação da Covid-19 no Brasil foi o anúncio de que a Coronavac, vacina produzida em parceria do Instituto Butantan com o laboratório chinês Sinova, atingiu o nível de eficácia exigido pela Avisa e pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Esse índice é de, pelo menos, 50% na fase 3 da pesquisa.

Destaques do CNN Brasil Business:
Fundos imobiliários: veja alguns que se saíram bem em 2020, apesar da pandemia
De CEO da Netflix a Monja Coen: Relembre entrevistas marcantes ao site em 2020

O problema é que o governo do estado de São Paulo não revelou o grau de eficácia atingido pelo imunizante, como havia sido prometido.

O pedido de aporvação deve ser encaminhado à agência reguladora ainda nesta quarta-feira (23), conforme afirmou anteriormente a secretaria de saúde do estado.

Mais Recentes da CNN