Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Covid na China tem uma capacidade de transmissão gigantesca, diz infectologista

    Luana Araújo, infectologista e epidemiologista, repercute essa nova onda do vírus no país

    Diego MendesProduzido por Carolina Ferraz, sob supervisão de Leticia Britoda CNN

    São Paulo

    Neste sábado (24), a infectologista e epidemiologista Luana Araújo falou à CNN sobre o problema da Covid-19 que a China está passando.

    Com este novo surto de contaminação na China, ruas ficam desertas. O país está na primeira de três ondas que são esperadas de casos nesse novo surto da doença. Após uma onda de protestos que levou a flexibilização da política Covid zero, o vírus avança e lota hospitais da China.

    Araújo diz que o mundo vê um número enorme de pessoas sendo contaminadas diariamente, uma vez que esse vírus tem uma capacidade de transmissão absolutamente fora do padrão.

    Segundo ela, esse cenário é uma conjunção de fatores. “Na verdade, os chineses passaram muito tempo confiando nas questões hiper-restritivas, o que, mesmo num regime mais autoritário, são difíceis de serem mantidas por um longo período”, avalia.

    Junto a isso, a infectologista diz que a estratégia vacinal no país não foi das melhores. “Eles usam somente uma vacina produzida localmente, que a gente sabe tem um desempenho menos apropriados, principalmente nas faixas mais vulneráveis, como idosos”.