Deputado defende entrada em hospitais para fiscalizar gastos em pandemia

Carlos Jordy (PSL-RJ) apoia fala de Bolsonaro para que população entre em hospitais verificar se leitos estão ociosos

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O deputado federal Carlos Jordy (PSL-RJ) apoiou as declarações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que sugeriu que as pessoas “arranjem uma maneira de entrar e filmar” dentro de hospitais públicos e de campanha, a fim de fiscalizar os gastos com a pandemia da Covid-19. Ele conversou com a CNN sobre o assunto na tarde deste sábado (13).

“O presidente não falou nada que não seja um direito constitucional. O maior fiscal do erário é a população e temos uma grande caixa preta do Covid, de gastos indo pelo ralo, por desvios, corrupção ativa, fraudes em contratos emergenciais. É um direito da população. A população tem o direito, sim, de verificar o que está acontecendo nesses hospitais. Não pode ser uma caixa preta em que ninguém possa ter acesso”, afirma.

Leia e assista também

Bolsonaro sugere entrada em hospitais para fiscalizar gastos com a Covid-19

Bolsonaro é ‘inconsequente’ ao falar em filmar hospitais, dizem governadores

Governadores do Nordeste ‘me representam’ em carta contra Bolsonaro, diz Doria

Jordy pondera que nem todos deveriam sair invadindo hospitais. “Existem grupos de risco que não devem se colocar nessa situação. Mas pessoas saudáveis, que sigam os protocolos de saúde de usar álcool gel e máscaras, não vejo problema algum. Estamos levando a vida normal, indo a mercado, delegacias quando há ocorrência policial”, avalia.

Mais Recentes da CNN