Distribuição de agulhas e seringas a municípios do RJ começa nesta sexta

Cidades terão que se comprometer a utilizar as seringas exclusivamente para a vacinação contra a Covid-19

Stéfano Salles e Paula Martini, da CNN, no Rio de Janeiro 

Ouvir notícia

 

O governo do Rio de Janeiro começa a distribuir nesta sexta-feira (15) os kits de seringas com agulha para que os municípios estejam prontos para o início da campanha de vacinação contra a Covid-19. Ao todo, 16 milhões de seringas sairão da Coordenação Geral de Armazenagem (CGA), que fica em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, em direção aos 92 municípios do estado.

A carga será distribuída por polos regionais, com recibos de entrega, e as cidades terão que se comprometer a utilizar as seringas exclusivamente para a vacinação contra a Covid-19, dentro do Plano Nacional de Imunização (PNI). O Secretário de Estado de Saúde, Carlos Alberto Chaves, defende a obediência ao PNI, e entende que a municipalização da vacinação é “suicídio”, por conta da falta de controle central. 

Leia também

Estados têm autonomia para fazer campanhas próprias de vacinação contra Covid-19

Atraso do Brasil com a vacina acrescenta risco à recuperação econômica

Fiocruz envia carta ao Butantan dizendo que Coronavac é ‘alento para sociedade’

Ele promete para o fim do mês a abertura do Hospital Modular de Nova Iguaçu, um dos sete que teriam entrega prevista pela Organização Social Iabas no primeiro semestre do ano passado, mas não ficou pronto. Para isso, será aberto nesta quinta-feira (14)  o certame para que as organizações sociais se candidatem a assumir o espaço. 

A unidade de Nova Iguaçu está recebendo os últimos ajustes, como preparação de estrutura para hemodiálise, instalação de tomógrafo e colocação de cerca ao redor do hospital. O objetivo da secretaria é deixar o espaço pronto, para que a Organização Social vencedora do certame encontre o espaço pronto para operar assim que possível.

 

Mais Recentes da CNN