É possível ter Covid-19 e gripe ao mesmo tempo; veja o que dizem os médicos

Segundo epidemiologistas, ser infectado por um vírus pode torná-lo mais vulnerável a adoecer com o outro

Atendimento médico em hospital durante a pandemia de Covid-19
Atendimento médico em hospital durante a pandemia de Covid-19 Breno Esaki/Agência Saúde DF

Holly Yanda CNN

Ouvir notícia

Enquanto os médicos se preocupam com uma “pandemia dupla” causada pelo novo coronavírus e pela gripe que podem sobrecarregar o sistema de saúde, os americanos precisam enfrentar outra possibilidade: lutar contra os dois vírus ao mesmo tempo.

“Você certamente pode pegar gripe e Covid-19 ao mesmo tempo, o que pode ser catastrófico para o seu sistema imunológico”, disse o Dr. Adrian Burrowes, médico de família na Flórida.

Na verdade, ficar infectado com um pode torná-lo mais vulnerável a adoecer com o outro, disse a epidemiologista Seema Yasmin.

“Uma vez que você é infectado com a gripe e alguns outros vírus respiratórios, isso enfraquece seu corpo”, disse Yasmin, diretora da Stanford Health Communication Initiative.

“Suas defesas caem e isso o torna vulnerável a contrair uma segunda infecção em cima disso.”

Por conta própria, a Covid-19 e a gripe podem atacar os pulmões, causando potencialmente pneumonia, e provocando fluido nos pulmões ou insuficiência respiratória, disse o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos.

Cada doença também pode causar sepse, lesão cardíaca e inflamação do coração, cérebro ou tecidos musculares.

Ter as duas doenças simultaneamente “aumentaria o risco de efeitos de longo prazo de qualquer um desses sistemas de órgãos”, disse o Dr. Michael Matthay, professor de medicina e especialista em cuidados intensivos da Universidade da Califórnia, em San Francisco.

Mas é muito cedo para saber exatamente o quão pior esse golpe duplo pode ser, em comparação com ter cada vírus separadamente.

Isto porque a Covid-19 não se espalhou pelos Estados Unidos até perto do final da última temporada de gripe, disse Matthay. Portanto, ainda não há muitos dados sobre pessoas que contraem as duas doenças ao mesmo tempo.

Mas Matthay suspeita que o potencial para pneumonia seria maior se o corpo estiver infectado com a gripe e o coronavírus. “Os dois [vírus] juntos definitivamente podem ser mais prejudiciais aos pulmões e causar mais insuficiência respiratória”, disse ele.

A insuficiência respiratória não significa necessariamente que seus pulmões parem de funcionar. Significa que os pulmões não conseguem obter oxigênio suficiente para o sangue.

“A insuficiência respiratória aguda pode ser uma emergência com risco de vida”, afirma o National Heart, Lung e Blood Institute. “A insuficiência respiratória pode causar danos aos seus pulmões e outros órgãos, por isso é importante ser tratado rapidamente.”

Como posso saber se tenho Covid-19 ou gripe (ou ambos)?

“Os sintomas da influenza e da Covid-19 são muito semelhantes, então é difícil distinguir os dois”, disse o Dr. Leonard Mermel, diretor médico do Departamento de Epidemiologia e Controle de Infecção do Hospital de Rhode Island.

Tanto a gripe comum quanto a Covid-19 podem causar febre, tosse, falta de ar, fadiga, dor de garganta, dores no corpo e nariz escorrendo ou entupido, de acordo com o CDC.

“Algumas pessoas podem ter vômitos e diarreia, embora isso seja mais comum em crianças do que em adultos”, diz o CDC. Mas, ao contrário da gripe, a Covid-19 pode causar perda de paladar ou cheiro.

E cerca de metade das transmissões do coronavírus acontecem entre pessoas que não apresentam sintomas. Muitas dessas pessoas são pré-sintomáticas e são mais contagiosas antes de começarem a apresentar os sintomas.

Portanto, a melhor maneira de saber se você tem o novo coronavírus ou a gripe (ou ambos) é fazer o teste.

Nos Estados Unidos, o CDC criou um teste que verificará os dois vírus, para ser usado em laboratórios de saúde pública apoiados pelo centro. A agência disse que continua fabricando e distribuindo estes testes.

Teste de diagnóstico da Covid-19
Teste RT-PCR para detecção da Covid-19 / Walterson Rosa/MS

Como posso evitar a infecção com o vírus da gripe e da Covid-19?

Use uma máscara e mantenha o distanciamento físico. As autoridades de saúde dos EUA enfatizaram a importância das máscaras e do distanciamento físico se os americanos quiserem controlar a Covid-19 – e colocar a economia de volta nos trilhos.

Na temporada de gripe, tais precauções podem “nos proteger duplamente contra esses dois vírus”, disse Yasmin.

No hemisfério sul, que está terminando seus meses de inverno e a temporada de gripe, vários países relataram números surpreendentemente baixos de gripe porque as pessoas usaram máscaras e se distanciaram socialmente.

Na Austrália, por exemplo, o número de casos de gripe confirmados em laboratório caiu de 61 mil em agosto de 2019 para 107 casos em agosto deste ano.

Mas, nos Estados Unidos, algumas pessoas estão ficando indiferentes quanto ao uso de máscaras e ao distanciamento social. E isso é um grande problema, disse Jeanne Marrazzo, diretora da Divisão de Doenças Infecciosas da Universidade do Alabama, em Birmingham.

Ela disse que poderia haver uma “tempestade perfeita de atividade acelerada da Covid-19, à medida que as pessoas se reunissem mais à medida que se tornavam continuamente fatigadas com o uso da máscara, o distanciamento social e a higiene das mãos, e expostos à gripe sazonal. ”

Os órgãos de saúde pedem que as pessoas se vacinem contra a gripe. Isso pode parecer óbvio. No entanto, cerca de metade de todos os americanos não são vacinados contra a gripe, incluindo a maioria das crianças que morrem de gripe.

Mesmo que você tome a vacina contra a gripe e ainda pegue a gripe mais tarde, os sintomas geralmente são menos graves do que se você não recebesse nenhuma vacina contra a gripe.

Os pediatras dizem que é importante que as crianças com 6 meses ou mais tomem a vacina contra a gripe, de preferência antes do final de outubro.

“A vacinação oportuna contra a gripe é particularmente importante” nesta temporada de gripe, escreveu a Academia Americana de Pediatria nesta semana.

Ministério da Saúde recomenda tomar primeiro a vacina contra a Covid-19 e depois
No Brasil, o ministério da Saúde recomenda tomar primeiro a vacina contra a Covid-19, e depois a vacina contra a gripe / Foto: Morsa Images/GettyImages

Tomar uma vacina contra a gripe também pode ajudar muito mais pessoas do que apenas você, disse a imunologista Dra. Susan Bailey, presidente da American Medical Association.

“Como os hospitais e consultórios médicos ficam muito ocupados cuidando dos pacientes da Covid-19, uma vacina contra a gripe pode ajudar a diminuir os encargos sobre o sistema de saúde e garantir que aqueles que precisam de cuidados médicos sejam capazes de obtê-los”, disse Bailey.

Cerca de 140 mil a 810 mil americanos são hospitalizados com gripe a cada ano, de acordo com o CDC. E o número de hospitalizações por Covid-19 deve aumentar mais de 150% entre este mês e 1º de dezembro, de acordo com o Instituto de Métricas e Avaliação de Saúde da Universidade de Washington.

“Todos os anos, muitos pacientes contraem gripe grave com insuficiência respiratória”, disse Matthay. Entre os pacientes que contraem pneumonia grave por causa da gripe, “a grande maioria desses pacientes não recebeu a vacina contra a gripe naquele ano”.

Amanda Watts, Jen Rose Smith, John Bonifield, Jacqueline Howard e Elizabeth Cohen, da CNN, contribuíram para esta reportagem.

(Este texto é uma tradução. Para ler o original, em inglês, clique aqui)

Mais Recentes da CNN