Em carta, governadores alertam OMS, Biden e Queiroga sobre risco de 3ª onda

Documento assinado pelo governador do Piauí, Wellington Dias (PT), pede que o Brasil seja contemplado com doação de vacinas dos Estados Unidos

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Em uma carta, o Fórum dos Governadores fez um alerta à Organização Mundial da Saúde (OMS), ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para o risco de o Brasil viver uma terceira onda da pandemia de Covid-19. As informações são da analista de política da CNN Renata Agostini.

Assinado pelo governador do Piauí, Wellington Dias (PT), o documento pede à OMS e a Biden que o país fique com uma cota das vacinas excedentes que serão doadas pelos Estados Unidos.

Relatando temor pelo agravamento da pandemia, os governadores citam um estudo que projeta mais 200 mil vítimas de Covid-19 até setembro, caso a situação siga se agravando no Brasil.

A Queiroga, a carta enfatiza a necessidade de um plano nacional para conter a disseminação do novo coronavírus nos estados, em especial após a confirmação da cepa originária da Índia no país. Além disso, os governadores também pedem esforço concentrado para a antecipação do recebimento de vacinas contra a Covid-19.

Risco de terceira onda

Estimativas da Universidade de Washington apontam que o Brasil está em uma tendência de aumento de óbitos pela Covid-19. Segundos informações da analista da CNN Raquel Landim, especialistas alertam que ainda é possível evitar esse cenário com o distanciamento social e o uso de máscaras. 

Após o país atingir 4.180 mortes diárias no dia 11 de abril, ápice da segunda onda, ocorreu um recuo importante da doença. Porém, a estabilidade parou em um patamar muito alto, acima de duas mil mortes por dia.

Com o aumento da circulação de pessoas, os números voltaram a subir e as estimativas apontam para três mil mortes no início de junho. A partir daí, a curva voltaria a cair por causa do avanço da vacinação. 

Aglomeração em trem da linha 7-Rubi da CPTM em São Paulo durante pandemia
Aglomeração em trem da linha 7-Rubi da CPTM em São Paulo durante pandemia da Covid-19
Foto: Roberto Costa/Código19/Estadão Conteúdo (10.mar.2021)

Mais Recentes da CNN