Em visita a hospital, Mandetta diz se sentir “desagradável” com microfones

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

No começo da tarde deste sábado (11), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, visitou obras de hospital de campanha em Goiás, ao lado do presidente Jair Bolsonaro e do governador do estado, Ronaldo Caiado.

Em coletiva para os jornalistas que estavam no local, o ministro declarou que estava se sentindo “extremamente desagradável” com os microfones próximos a ele, e pediu que a imprensa se afastasse.

Ao ser questionado sobre Bolsonaro ter retirado a própria máscara em meio à aglomeração, Mandetta disse que não poderia julgar ninguém, apenas recomendar.

Este é o primeiro hospital federal de campanha que está sendo construído pelo governo federal.

Luiz Henrique Mandetta afirmou que a obra estava parada há mais de vinte anos, e, por isso, teve que ser montado às pressas. “Se já tivesse o hospital, não precisaríamos improvisar”.

Na região, segundo o ministro, não há unidades hospitalares de média e alta complexidade, e, por isso, é considerada uma área com desassistência. No domingo (12), o ministro Luiz Henrique Mandetta prevê ordenar o início da construção do primeiro hospital em Manaus, cidade que, segundo ele, está começando a entrar em colapso e há muitas comunidades indígenas extensas.

Mais Recentes da CNN