Especialistas alemães recomendam vacina AstraZeneca só para maiores de 60 anos

Orientação acontece após relatos de possíveis efeitos colaterais raros, mas graves

Profissional de saúde prepara dose da vacina da AstraZeneca contra Covid-19
Profissional de saúde prepara dose da vacina da AstraZeneca contra Covid-19 Foto: Kai Pfaffenbach/Reuters

Inke Kappeler, Chris Liakos e Lindsay Isaac, da CNN

Ouvir notícia

O comitê de vacinas da Alemanha, Stiko, recomendou que a vacina contra Covid-19 da AstraZeneca seja usada apenas em pessoas maiores de 60 anos.

A orientação vem após relatos de “efeitos colaterais tromboembólicos raros, mas muito graves”, em 31 pessoas após receberem primeira dose. Os sintomas ocorreram de quatro a 16 dias após a injeção, principalmente em pessoas com menos de 60 anos, de acordo com o Instituto Paul Ehrlich da Alemanha, o órgão regulador médico do país.

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o ministro da Saúde, Jens Spahn, devem dar uma entrevista coletiva ainda nesta terça (30), em Berlim, para falar do assunto.

A Stiko vai emitir mais orientações sobre a aplicação da segunda dose em pessoas que já receberam a primeira injeção e têm menos de 60 anos.

A vacina AstraZeneca começou a ser administrada na Alemanha em fevereiro.

A CNN entrou em contato com a AstraZeneca, que respondeu com a seguinte nota:

Respeitamos a decisão da Stiko em sua capacidade consultiva para o uso de vacinas na Alemanha.

A segurança dos pacientes segue como a mais alta prioridade da empresa. Investigações da agência reguladora do Reino Unido (MRHA) e a Agência de Medicamentos Europeia (EMA) não puderam estabelecer uma relação causal entre a vacina e o aparecimento de coágulos, mas a EMA concluiu que, em casos muito raros de eventos tromboembólicos cerebrais com trombocitopenia, uma relação causal com a vacina não está provada, mas merece mais análises.

As agências reguladoras do Reino Unido, da União Europeia e a OMS concluíram que os benefícios de usar a nossa vacina para proteger as pessoas desse vírus fatal são significativamente maiores que os riscos em todas as faixas etárias adultas. 

O perfil de risco benefício da vacina foi reafirmado na atualização mensal de segurança da EMA, publicado mais cedo. 

Dezenas de milhões de pessoas receberam a vacina em todo o globo. O corpo extenso de dados de dois estudos clínicos e evidências da vida real demonstram a efetividade e reafirmam o papel que a vacina pode ter nessa crise de saúde pública. 

A AstraZeneca continua a analisar a base de dados das dezenas de milhões de registros da vacina contra Covid-19 da AstraZeneca para entender se esses casos muito raros de coágulos sanguíneos associados a trombocitopenia ocorrem com mais frequência do que o esperado naturalmente em uma população de milhões de pessoas. Continuamos a trabalhar com as autoridades alemãs para endereçar quaisquer questões que eles podem ter. 

(Texto traduzido, leia o original em inglês)

Mais Recentes da CNN