Estado de São Paulo decidirá flexibilização no uso de máscaras na quarta-feira (9)

Discute-se a liberação da proteção facial nas ruas e ambientes ao ar livre, incluindo áreas externas de bares e restaurantes

Uso de máscaras poderá deixar de ser obrigatório em parques, praças, ruas e ambientes externos de bares e restaurantes do estado de SP
Uso de máscaras poderá deixar de ser obrigatório em parques, praças, ruas e ambientes externos de bares e restaurantes do estado de SP Rovena Rosa/Agência Brasil

Bruna Macedoda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O governo do Estado de São Paulo decidirá sobre flexibilização no uso de máscaras na próxima quarta-feira (9), conforme apuração da CNN.

A medida, que prevê a liberação da proteção facial nas ruas e ambientes ao ar livre, incluindo áreas externas de bares e restaurantes, deve acompanhar o avanço na vacinação no estado e melhorias nos indicadores da pandemia.

Há ainda a expectativa de uma regra específica para o uso de máscaras em escolas.

100 milhões de doses aplicadas

Nesta semana, o estado ultrapassou a marca de 100 milhões de doses de vacina contra Covid-19 aplicadas, com 82,4% da população vacinada.

Entre a população apta para receber as doses, incluindo pessoas acima de 5 anos de idade, o estado já chegou à marca de 88,2% da população imunizada com as duas doses. Em relação à dose adicional, já são mais de 20,4 milhões de doses aplicadas.

Na vacinação de crianças, São Paulo superou a marca de 3 milhões de doses aplicadas, com 67,9% da população entre 5 e 11 anos com pelo menos uma dose. Cerca de 10% do público infantil que recebeu a Coronavac já tomou a segunda dose e completou o esquema vacinal. O intervalo de aplicação da vacina é de 28 dias, já o imunizante da Pfizer é de 8 semanas.

Mais Recentes da CNN