Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Estudo sugere que genética influencia na reação do organismo à Covid-19

    Entre os resultados, foi possível classificar os grupos de risco de pessoas infectadas pelo novo coronavírus além da idade e das comorbidades associadas a outras doenças

    Iara Maggionida CNN

    Em Curitiba

    Uma pesquisa feita por universidades estaduais do Paraná aponta que a genética pode influenciar o nível de reação das pessoas à Covid-19.

    O estudo envolveu a revisão de cerca de 90 trabalhos científicos, publicados até julho de 2021, relacionados às variantes do novo coronavírus em países como Estados Unidos, Inglaterra, Irã, Itália e Suíça.

    Entre os resultados, foi possível classificar os grupos de risco de pessoas infectadas além da idade e das comorbidades associadas a outras doenças.

    De acordo com a pesquisa, há dois genes que influenciam diretamente na evolução clínica da Covid-19.

    Um deles é o ACE2, responsável pela regulação da pressão arterial do corpo humano. O outro é o TMPRSS2, referente à entrada e disseminação viral.

    Os resultados demonstram ainda que o tipo sanguíneo influencia nas reações fisiológicas das pessoas. O tipo A, por exemplo, apresenta mais risco de infecção, enquanto o tipo O apresenta menos risco, de acordo com o estudo.

    Confira mais notícias do Brasil e do mundo na CNN.

    (Publicado por Daniel Fernandes)