Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Existe risco de contaminação cruzada em eletrodomésticos como Air Fryer? Entenda

    Reutilizar a fritadeira sem a devida higienização pode trazer riscos à saúde, segundo especialistas; veja quais são

    Especialistas alertam para o risco de contaminação cruzada de alimentos e contato com alérgenos quando a air fryer é usada sem a higienização correta
    Especialistas alertam para o risco de contaminação cruzada de alimentos e contato com alérgenos quando a air fryer é usada sem a higienização correta South_agency/GettyImages

    Gabriela Maraccinida CNN

    As fritadeiras elétricas, mais conhecidas pelo nome em inglês “Air Fryer“, se popularizaram por oferecerem maior praticidade no preparo de refeições do dia a dia. Além disso, são consideradas aliadas de uma alimentação saudável por proporcionar frituras sem o uso de óleo. Porém, não higienizar corretamente esse eletrodoméstico pode trazer riscos à saúde, de acordo com especialistas ouvidos pela CNN.

    De acordo com Gerson Nogueira de Moraes, gastroenterologista do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE), reutilizar a Air Fryer sem higienizá-la corretamente pode aumentar o risco de contaminação cruzada dos alimentos. “Essa contaminação ocorre exatamente pela transferência acidental, direta ou indireta, aos alimentos, por contaminantes físicos, químicos ou biológicos prejudiciais à saúde humana”, afirma.

    A falta de higienização adequada de fritadeiras elétricas, e outros eletrodomésticos que entram em contato com alimentos, pode aumentar o risco de contaminação por agentes como vírus, bactérias e parasitas. “Esses microrganismos estão presentes em várias superfícies, inclusive nos próprios alimentos e na pele humana. Por isso, é importante a higienização correta da Air Fryer e das mãos de quem manipula o alimento”, enfatiza Moraes.

    A contaminação cruzada leva à intoxicação alimentar, resultante da ingestão de alimentos nos quais cresceram bactérias ou outros organismos que produziram toxinas prejudiciais à saúde. Geralmente, os tipos de bactérias que estão envolvidos nesse tipo de contaminação, segundo o gastroenterologista, são a Salmonella, Shiguella, Escherichia coli, Clostridium e Staphilococcus.

    Quais são os sinais de intoxicação alimentar?

    Os sintomas de intoxicação alimentar costumam aparecer rapidamente após a ingestão do alimento contaminado. De acordo com Moraes, os principais sinais de alerta são:

    • Febre;
    • Calafrios;
    • Dor no corpo;
    • Náuseas;
    • Vômitos;
    • Cólicas abdominais;
    • Flatulência;
    • Diarreia.

    Má higienização também aumenta o risco de contato cruzado com alérgenos

    A reutilização da Air Fryer sem a devida higienização também aumenta o risco de contato com alimentos alérgenos, ou seja, que causam alergia alimentar. É o que alerta Lucila Camargo, Coordenadora do Departamento Científico de Alergia Alimentar da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI).

    A alergia alimentar é uma resposta exagerada do sistema de defesa do corpo contra proteínas alimentares. Qualquer alimento pode causar alergia alimentar, sendo os mais comuns leite, ovo, soja, trigo, frutos do mar, amendoim e castanhas.

    De acordo com a especialista, se algum alimento for preparado na fritadeira elétrica e, logo depois, uma pessoa com alergia a ele reutilizar o eletrodoméstico sem a devida higienização, ela pode ter uma reação alérgica, mesmo que a quantidade presente no cesto seja mínima. Em casos mais graves, essa reação pode oferecer risco à vida, pois pode levar à anafilaxia, quadro caracterizado pela falta de ar, fechamento da glote e queda da pressão arterial.

    “Uma pequena quantidade pode provocar reações graves”, alerta Camargo. “A depender do caso, é necessário carregar a adrenalina autoinjetável para controlar a crise até a chegada ao pronto-socorro”, explica.

    Sintomas leves a moderados de alergia alimentar podem incluir placas vermelhas que coçam pelo corpo, inchaço na boca, olhos ou outras partes do corpo, náuseas e vômitos.

    Como fazer a higienização correta da Air Fryer?

    A higienização correta da Air Fryer deve ser feita após cada utilização, com lavagem com água corrente e sabão ou detergente, conforme orienta Moraes. Na área externa do equipamento, é possível utilizar um pano úmido para fazer a higienização.

    “É importante lembrar que toda a manipulação de alimentos e utensílios para o seu preparo deve ser precedida pela higienização adequada das mãos, por meio de lavagem com água corrente e sabão”, ressalta.