Falta de vacinas para primeira dose deve ser resolvida rápido, diz pesquisadora

Para Margareth Dalcomo, preocupação é com a transmissibilidade da variante Delta

Da CNN, em São Pauo

Ouvir notícia

A falta de imunizantes contra a Covid-19 que fez sete capitais suspenderem a vacinação com a primeira dose pelo país deve se resolver rápido, avalia a pneumologista Margareth Dalcomo, pesquisadora da Fiocruz. Em entrevista à CNN na noite de sábado (24), ela ressaltou que a preocupação maior deve ser com a variante Delta.

“Não acho que esse cenário, por si só, seja capaz de agravar a epidemia no Brasil. É uma coisa muito passageira, que deve se resolver a curto prazo. A variante Delta, por outro lado, é uma realidade”, afirmou.

Margareth Dalcomo, pneumologista e pesquisadora da Fiocruz (24.Jul.2021)
Margareth Dalcomo, pneumologista e pesquisadora da Fiocruz (24.Jul.2021)
Foto: Reprodução/CNN

Dalcomo defendeu que mais vacinas sejam destinadas para locais com altos índices de transmissão da variante Delta. “Seria uma medida, em termos de saúde pública temporária, pontual e defensável”, afirmou.

Mais Recentes da CNN