Gamers que ficam muitas horas sentados correm risco de trombose; médico explica

No quadro Correspondente Médico, Fernando Gomes fez um alerta sobre passar muitas horas em frente ao computador ou videogames

Da CNN*

Em São Paulo

Ouvir notícia

Na edição desta quinta-feira (7) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes alertou sobre o risco de trombose para gamers que passam muito tempo sentado.

O mercado de videogames cresce cada vez mais no mundo. No ano passado, as empresas desenvolvedoras de jogos faturaram 23% a mais do que em 2019. Com mais gente jogando, aumentam também as preocupações com a saúde.

O presidente do Instituto de Excelência em Doenças Venosas, Fábio Rossi, disse à CNN que casos de tromboses em gamers já foram relatados, e o grande perigo é que o coágulo (trombo) chegue ao pulmão.

“Recentemente, foi publicado um estudo de revisão de casos que ocorreram nos últimos anos e foram identificados 26 casos descritos em gamers — dois desses evoluíram para óbito por embolia pulmonar”, afirmou.

Fernando Gomes destacou que o risco de trombose vale para quaisquer profissionais que fiquem muitas horas sentados ou com poucos movimentos nos membros inferiores.

“Até mesmo para pessoas que fazem viagens longas de ônibus, caminhão ou mesmo de avião. A estase sanguínea é um dos fatores para a formação de coágulos dentro dos vasos, mas outros podem ser genéticos e há indivíduos com a tendência de formar mais trombos do que o usual”, disse o médico.

Saiba como gamers podem evitar trombose:

  • Usar meias de compressão;
  • vestir roupas confortáveis;
  • levantar a cada uma hora sentado;
  • ter uma dieta balanceada e hidratação.

O neurocirurgião também explicou que pessoas mais velhas, fumantes, obesos, sedentários e mulheres que tomam anticoncepcional apresentam mais chances de desenvolver trombose do que pessoas mais jovens sem comorbidades.

(*Com informações de Raphael Florêncio, da CNN, em São Paulo)

(Publicado por Daniel Fernandes)

Mais Recentes da CNN