Goiás recebe vacinas pediátricas contra a Covid-19 fora da temperatura adequada

Ministério da Saúde orientou que o estado não distribua as doses até a conclusão da análise do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS)

Douglas Portoda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

A equipe técnica da Central Estadual de Rede de Frio de Goiás (CERF-GO) constatou, nesta quarta-feira (19), um erro na temperatura das caixas que armazenavam 44.300 doses da vacina pediátrica da Pfizer contra a Covid-19 transportadas pelo Ministério da Saúde.

A partir do parecer, a Secretaria da Saúde de Goiás notificou o órgão do governo federal “visto que ele é o responsável por toda a logística de envio dos imunobiológicos aos estados”. É aguardada pela pasta a decisão sobre a liberação ou não dos imunizantes.

Com o caso, a distribuição das vacinas que chegaram na terça-feira (18) foi suspensa. A campanha no estado continua com a remessa que chegou na última sexta-feira (14).

Procurado pela CNN, o Ministério da Saúde “informa que foi notificado e investiga o caso”. A pasta orientou Goiás a não “distribuir as doses aos municípios, até a conclusão da análise do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS).”

 

 

Mais Recentes da CNN