Governo de SP formalizou interesse em vacinas da Pfizer há 5 dias

A entrada do Ministério da Saúde no circuito, porém, deve esvaziar a negociação, uma vez que a pasta tem exigido exclusividade nos contratos

Gestão de João Doria contatou a farmacêutica, mas negociação deve ser esvaziada
Gestão de João Doria contatou a farmacêutica, mas negociação deve ser esvaziada Foto: Dado Ruvic/Reuters (30.out.2020)

Caio Junqueirada CNN

Ouvir notícia

O anúncio do Ministério da Saúde de que retomou as negociações com a Pfizer e que pretende comprar suas vacinas ocorreu cinco dias após o governo de São Paulo ter formalizado à farmacêutica interesse em comprar doses do imunizante.

Na última sexta-feira (26), o presidente da Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade (InvesteSP), Wilson Mello, formalizou o interesse à diretora de vacinas da Pfizer Brasil, Lucila Mouro.

Como o orçamento a ser destinado à compra sairia da Secretaria da Saúde, o secretário Jean Gorinchteyn a procurou para agendar uma reunião para os próximos dias. Na terça-feira (2), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), mencionou o interesse do estado de comprar as vacinas.

A entrada do Ministério da Saúde no circuito, porém, deve esvaziar a negociação, uma vez que a pasta tem exigido exclusividade nos contratos.

Mais Recentes da CNN