Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Janssen não fez pedido de análise e autorização para dose de reforço, diz Anvisa

    Aprovação da aplicação das doses de reforço depende de resultados de imunogenicidade e segurança em voluntários

    Vacina da Janssen contra a Covid-19
    Vacina da Janssen contra a Covid-19 Itamar Aguiar/Palácio Piratini

    Lucas RochaRudá Moreirada CNN

    em São Paulo e em Brasília

    Ouvir notícia

    A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou, nesta sexta-feira (29), que ainda não recebeu o pedido de análise e autorização para aplicação de dose de reforço da vacina da Janssen contra a Covid-19.

    A vacina da Janssen é a única aprovada pela Anvisa com indicação de administração em dose única.

    Técnicos da Anvisa se reuniram nesta sexta-feira com a empresa para discutir os dados do reforço. Durante a reunião, foi esclarecido que a única agência sanitária que recebeu esses dados foi a Food and Drug Administration (FDA), dos Estados Unidos. Segundo a Anvisa, a empresa ainda está definindo a estratégia regulatória para realizar a submissão em outros países, incluindo o Brasil.

    No dia 15 de outubro, consultores de vacinas da FDA votaram unanimemente para recomendar uma dose de reforço da vacina da Janssen pelo menos dois meses após a aplicação da primeira dose.

    A aprovação da aplicação das doses de reforço depende de resultados de imunogenicidade (capacidade de provocar a resposta imune) e segurança em voluntários que participaram da pesquisa. De acordo com a Anvisa, a pesquisa previu a participação de cerca de 1.500 voluntários e teve seus primeiros resultados divulgados no dia 22 de outubro.

    Mais Recentes da CNN