Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    MG investiga suspeita de cepa originária da Índia em Juiz de Fora

    Secretaria Municipal de Saúde de Juiz de Fora informou que está acompanhando o caso e que o paciente está internado

    Caroline Louise, da CNN, em Belo Horizonte

    A prefeitura de Juiz de Fora, no interior de Minas Gerais, confirmou que investiga um possível caso da variante originária da Índia no município depois que um morador da cidade chegou do país asiático na semana passada e testou positivo para o novo coronavírus.

    O caso está sendo monitorado pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica desde que o homem, de idade não divulgada, chegou ao município.

    A Secretaria de Saúde realizou o acompanhamento do homem a partir do desembarque e, assim que os primeiros sintomas foram apresentados, todas as medidas e protocolos de segurança sanitária foram colocados em prática, de acordo com a pasta.

    O homem está isolado na Santa Casa de Misericórdia e o material biológico já foi encaminhado à Fundação Ezequiel Dias, em Belo Horizonte, para o sequenciamento genético. Ainda não há previsão de quando o resultado vai ficar pronto.

    A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) já foi notificada e comunicou que o sequenciamento genético da amostra está em andamento e, por isso, não é possível confirmar, até o momento, que se trata de um caso associado à nova cepa.

    O governo de Minas Gerais informou ainda que, nesta terça-feira (26), foi feita uma nova solicitação à Vigilância Sanitária de ampliação das medidas de fiscalização de entrada de passageiros vindos do exterior no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins.

    A cepa originária da Índia foi reclassificada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) – que a declarou Variante de Preocupação Global, considerando dados epidemiológicos que sugerem maior potencial de transmissibilidade – no dia 10 de maio.

    No Brasil, a variante foi identificada no Maranhão na quinta-feira passada (20). A vítima é um indiano de 54 anos, tripulante do navio Shandong Da Zhi.

    Monitoramento da cepa indiana no Brasil (21 de maio de 2021)
    Monitoramento da cepa originária da Índia no Brasil (21 de maio de 2021)
    Foto: Reprodução / CNN