Ministério da Ciência testa vacina BCG como tratamento contra a Covid-19

Pontes afirmou que ele mesmo foi uma das “cobaias” do tratamento com a vacina BCG, e que os resultados já foram enviados a uma auditoria independente

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Em entrevista à CNN, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, revelou que o ministério está realizando testes para um possível tratamento contra a Covid-19, com uso da vacina BCG, normalmente aplicada em bebês recém-nascidos. 

Leia também

Ministério da Saúde aceitou pedido de apoio para coronavac, diz secretário de SP

Bolsonaro quer Pazuello por ‘muito mais tempo’ à frente da Saúde

Segundo Marcelo Morales, secretário do Ministério da Ciência e Tecnologia, o ministério já iniciou testes em mil profissionais de saúde, para entender a eficácia do tratamento. “Contratamos protocolos de pesquisa para testar esta hipótese.”

BCG x Covid-19

O infectologista e pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Julio Croda, que coordena o estudo no país, explicou à CNN que as regiões onde o maior número de pessoas receberam a vacina BCG parecem ter menos casos graves de Covid-19 em crianças.

Os estudos apontam que a BCG exerce um tipo de proteção em relação a doenças respiratórias, num período que vai de um ano a um ano e meio. 

Ou seja, quem tomou apenas quando nasceu não tem mais a proteção da BCG nem para a tuberculose, nem para outras doenças.

Segundo Croda, o estudo busca avaliar se a vacina BCG, em curto prazo, previne internações e óbitos — isto é, complicações do novo coronavírus.

O período de acompanhamento do estudo é de um ano. 

(Edição: Sinara Peixoto)

Mais Recentes da CNN