Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ministério da Saúde inicia distribuição de 2,9 milhões de doses da Coronavac

    Imunizante será transportado aos estados brasileiros por meio de aviões

    Frascos da vacina Coronavac no Instituto Butantan
    Frascos da vacina Coronavac no Instituto Butantan Foto: Amanda Perobelli/Reuters (22.jan.2021)

    Will Marinho, da CNN, em São Paulo

    O Ministério da Saúde iniciou neste sábado (6) a distribuição de 2,9 milhões de doses da vacina Coronavac, feita pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório farmacêutico chinês, Sinovac. O governo fará o transporte dos imunizantes aos estados brasileiros e a divisão da carga para os municípios será feita em parceria com o Ministério da Defesa.

    De acordo com o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19 serão priorizados a vacinação de pessoas com 90 anos ou mais e profissionais de saúde. 

    Produção

    O Instituto Butantan começou a produzir neste sábado (6) 8,6 milhões de doses da Coronavac com os insumos recebidos da China na noite de quarta-feira (3).

    Em nota, o governo de São Paulo afirmou que os 5,4 mil litros da matéria-prima passarão por envase, rotulagem, embalagem e rigoroso processo de inspeção para controle da qualidade das ampolas.

    “A previsão é que as 8,6 milhões de novas doses comecem a ser liberadas para imunização dos brasileiros a partir de 23 de fevereiro”, diz o texto. 

    Além disso, na quarta-feira (10) o Butantan deve receber mais 5,6 mil litros do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) da Coronavac que permitirão a produção de outras 8,7 milhões de doses da vacina.