Ministério da Saúde reduz quase pela metade a previsão de vacinas para abril

Serão 25,5 milhões de doses, 53% do inicialmente previsto

Raquel Landimda CNN

Ouvir notícia

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta quarta-feira (31) que o Brasil vai receber 21,5 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 a menos que o previsto em abril. Antes, eram 47 milhões de doses, agora são 25,5 milhões.

A quantia atual representa pouco mais da metade (53%) da estimativa inicial. 

Tanto o Instituto Butantan quanto a Fiocruz – que produzem e distribuem a Coronavac e a vacina da AstraZeneca/Oxford, respectivamente – estão tendo dificuldades com as entregas. A Fiocruz reduziu a previsão de 30 milhões para pouco mais de 18 milhões. A meta do Butantan foi revista para entregar até 10 milhões de doses até o fim do mês.

Em março, saldo do ministério da Saúde também foi negativo: das 38 milhões de doses previstas para serem distribuídas no mês pelos laboratórios, 9,9 milhões não foram entregues ao governo brasileiro. 

Profissional de saúde prepara dose da vacina da AstraZeneca contra Covid-19
Profissional de saúde prepara dose da vacina da AstraZeneca contra Covid-19
Foto: Kai Pfaffenbach/Reuters

(Publicado por Anna Satie)

 

Mais Recentes da CNN