Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mortes por Covid-19 no estado de São Paulo caem pela primeira vez em 2022

    Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (23), o governador João Doria (PSDB) anunciou uma queda de 11% nos óbitos durante a última semana epidemiológica

    Paciente com Covid é tratato em UTI de hospital de São Paulo
    Paciente com Covid é tratato em UTI de hospital de São Paulo 08/04/2021REUTERS/Amanda Perobelli

    Luana Franzãoda CNN*

    Em São Paulo

    Ouvir notícia

    Pela primeira vez desde o início do ano de 2022, as mortes em decorrência da Covid-19 caíram em todo o estado de São Paulo. A informação foi divulgada pelo governador João Doria (PSDB), em uma coletiva de imprensa na tarde desta quarta-feira (23).

    Os óbitos causados pelo coronavírus diminuíram em 11% durante a última semana epidemiológica. A tendência vem após uma redução nas internações, tanto nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) e nas enfermarias. Em comparação com o pico das internações, em 28 de janeiro, quando 11.541 pessoas estavam hospitalizadas em decorrência da Covid-19, houve uma queda de 46% – a chamada “terceira onda”, quando houve o último pico, foi causada pela variante Ômicron, de alta transmissibilidade.

    Hoje, o estado de São Paulo contabiliza 6.220 pessoas internadas pelo coronavírus, sendo 2.540 em unidades de terapia intensiva e 3.680 em enfermarias.

    “Entendíamos que a redução de internações tanto nas UTIs, quanto nas enfermarias, já eram para que começássemos a ter a queda das mortes”, disse Jean Gorinchteyn, secretário de Saúde do estado, também na coletiva. Ele afirmou que a tendência estipulada é de que as mortes e internações continuem em tendência de queda.

    Tanto Doria, quanto Gorinchteyn, atribuíram as diminuições ao avanço da vacinação, em especial nas crianças e da aplicação da terceira dose. De acordo com as informações do governo, 20 milhões de habitantes do estado já receberam a dose de reforço da vacina contra a Covid-19.

    Menino é vacinado contra Covid-19 em São Paulo / 20/01/2022 REUTERS/Carla Carniel

    Foi anunciado que 65% das crianças entre 5 a 11 anos já foram vacinadas em São Paulo. O número é alto em relação a outros estados. Para estimular a imunização dessa faixa etária, o governo do estado havia iniciado no dia 19 a “Semana E”, uma campanha de vacinação contra a Covid nas escolas, onde os alunos receberiam a dose mediante autorização assinada por pais ou responsáveis.

    *Sob supervisão

    Mais Recentes da CNN