‘Não há dicotomia entre salvar vidas e economia’, diz coordenadora da ONU

Marlova Noleto diz que Organização das Nações Unidas trabalha junto às autoridades para auxiliar no combate à pandemia no país

Produção Leandro Rezende e Beatriz Puente, CNN, no Rio

Ouvir notícia

A população brasileira não deve se descuidar das medidas protetivas contra a Covid-19 durante o feriado de Páscoa, apela a cordenadora da Organização das Nações Unidas (ONU) no Brasil, Marlova Noleto.

Em entrevista à CNN nesta quinta-feira (1º), ela apontou que o número de óbitos pela doença, que registra recordes diários, é muito elevado e, por isso, o país precisa ser firme em ações que restrinjam a circulação de pessoas.

“Acreditamos que não há dicotomia entre salvar vidas e cuidar da economia. A prioridade, nesse momento, é salvar vidas”, disse. “Precisamos, sim, de medidas restritivas que contribuam para que o vírus deixe de circular da forma que está circulando.”

Marlova completou que uma alta circulação do coronavírus aumenta a possibilidade do surgimento de novas cepas e, portanto, se torna mais difícil de controlar a pandemia. “A ONU está acompanhando com bastante preocupação a situação aqui do Brasil. Estamos trabalhando com o Ministério da Saúde, com os governadores, prefeitos e sociedade civil na resposta ao país”, afirmou a coordenadora.

“Nós estamos fazendo um apelo para que a população intensifique as medidas de prevenção durante o feriado de Páscoa. Sabemos que há uma grande expectativa pela vacina, mas neste momento o que pode nos ajudar a diminuir a circulação do vírus são medidas de restrição. Precisamos que as pessoas entendam que é um pequeno sacrifício que terá um grande retorno.” 

Atendimento médico em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes de Covid
Atendimento médico em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes de Covid-19
Foto: Mister Shadow/Estadão Conteúdo

 

Mais Recentes da CNN