Não há nenhuma relação entre HIV e vacinas contra Covid, diz vice-diretora-geral da OMS

Em entrevista à CNN, Mariângela Simão explica que notícias falsas criam insegurança nas pessoas e dificultam a vacinação

Produzido por Layane Serranoda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Em entrevista à CNN nesta terça-feira (26), Mariângela Simão, vice-diretora geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), afirmou que o HIV (vírus da imunodeficiência humana) não tem nenhuma relação com as vacinas contra a Covid-19.

A afirmação da especialista ocorre após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) associar a vacinação contra o coronavírus ao desenvolvimento do vírus da Aids em uma live. Por espalhar esta notícia falsa, o Facebook e o Instagram excluíram o vídeo do Bolsonaro. O YouTube também derrubou o vídeo.

O vice-presidente da CPI da Pandemia, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), confirmou à CNN a inclusão da fala do presidente no relatório final da comissão.

“Não há nenhuma relação entre a infecção pelo HIV e as vacinas. Uma das coisas que têm caracterizado essa pandemia não é só a politização, mas a infodemia, que é uma epidemia de informações errôneas, falsas e desencontradas e que acabam criando insegurança nas pessoas”, disse Simão.

 

“O HIV e SARS-CoV-2 são vírus que funcionam de forma diferente e têm transmissão diferente. Um é via sexual [sem preservativos] e o outro é via respiratória. As manifestações clínicas também são diferentes, uma causa doença crônica e que precisa tratamento continuado e outra causa uma doença aguda.”

Em uma entrevista à rádio Caçula FM, de Três Lagoas (MS), na segunda-feira (25), Bolsonaro comentou sobre a declaração na transmissão ao vivo sobre o HIV na live de quinta-feira.

“Na segunda-feira (18), a revista Exame fez uma matéria sobre vacina e Aids. Eu repeti essa matéria na minha live e a Exame falou de Fake News. Foi a própria Exame que falou da relação de HIV com vacina. Eu apenas falei sobre a matéria da revista Exame. E dois dias depois a Exame me acusa de ter feito Fake News sobre HIV e vacina. A gente vive com isso o tempo todo… certos órgãos de imprensa são fábricas de Fake News”, disse o presidente.

A revista Exame informou que não irá se posicionar sobre a declaração do presidente Jair Bolsonaro.

Mais Recentes da CNN