Novo coronavírus já estava em esgoto de Florianópolis em novembro de 2019

Segundo estudo feito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), vírus circula no Brasil muito antes de ter sido confirmado o primeiro caso no país

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Um estudo divulgado nesta quinta-feira (2) pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) mostra que o novo coronavírus circula no Brasil muito antes de ter sido confirmado o primeiro caso no país, no dia 26 de fevereiro. 

A pesquisa descobriu partículas da Covid-19 em amostras do esgoto de Florianópolis, capital de Santa Catarina, de novembro de 2019. Segundo os pesquisadores, a amostra é a mais antiga do novo coronavírus nas Américas.

Assista e leia também:

O que o esgoto revela sobre a Covid-19? 

Fiocruz cobra ‘reposição de cérebros’ para desenvolver vacina contra Covid-19

Advogado tira dúvidas sobre planos de saúde na pandemia; saiba seus direitos

Pesquisas já haviam revelado que o vírus estava no esgoto da cidade de Wuhan, na China, em outubro, e na Itália, em dezembro.
 
 
Casos
 

A atualização do governo federal também registra mais 48.105 novos casos, totalizando 1.496.858 registros da doença do novo coronavírus. Os dois números colocam o Brasil como o segundo país com mais casos e mortes da Covid-19, segundo a Universidade Johns Hopkins.

Mais Recentes da CNN