Ômicron preocupa por mutações onde vacinas atuam, diz infectologista

Em entrevista à CNN, Marcos Boulos analisa possíveis impactos no Brasil da nova cepa do coronavírus

Murillo FerrariJuliana AlvesDuda Cambraiada CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O infectologista Marcos Boulos analisou neste domingo (5) os possíveis impactos no Brasil da variante Ômicron do coronavírus.

“A [Organização Mundial da Saúde] OMS definiu que quando elas recebem uma letra grega, são variantes de risco”, disse Boulos, em entrevista à CNN.

“Neste caso específico da Ômicron, há preocupação porque a maior parte das mutações aconteceram na região em que as vacinas atuam.”

“Existe uma possibilidade, mas isso não está confirmado, de que as vacinas não protejam tanto contra essa variante”, concluiu.

Veja mais no vídeo acima

Mais Recentes da CNN