Paciente do início da pandemia fez diário de isolamento: ‘Era assustador’

Ueze Stamatis foi um dos primeiros entrevistados da CNN Brasil na estreia da emissora, em março

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

No último dia do ano, a CNN revisitou algumas histórias e relatos de quem teve Covid-19 ou mesmo perdeu algum parente ou amigo para o novo coronavírus. Um dessas histórias é a do empresário Ueze Stamatis.

“Foi horrível. Mas vemos como a informação é importante. Antes, não tínhamos informação nenhuma, era uma coisa muito nova. Era e ainda é muito assustador”, relembrou o empresário.

Leia também:

EUA batem recorde de mortes diárias por Covid-19 pelo segundo dia consecutivo
Fiocruz deve pedir uso emergencial da vacina de Oxford na próxima semana
Festas lotam praias do Rio de Janeiro em meio a aumento de mortes por Covid-19

Stamatis disse que ainda segue rigorosamente as medidas para a prevenção da Covid-19, apesar de apresentrar anticorpos para o vírus.

“A minha vida é de máscara, só falo com a minha família e pessoas que frequentam a minha casa que já tiveram Covid. Sempre faço exame para ver se estou com anticorpos e ainda estou”, relatou.

Comentando sobre as aglomerações registradas durante o fim de ano, feita principalmente por grupo de jovens, ele aconselhou.

“Quem não teve Covid e tem pessoa idosa em casa, vive com os pais ou pessoas de risco, não faça isso. Você vive no entorno de pessoas que podem ficar em situação precária. A Covid ainda é uma doença desconhecida e não é algo que você deve brincar.”

Ueze Stamatis foi um dos primeiros entrevistados da CNN Brasil
Ueze Stamatis foi um dos primeiros entrevistados da CNN Brasil na estreia da emissora, em março, quando estava com Covid-19
Foto: CNN Brasil

(Publicado por Sinara Peixoto)

Mais Recentes da CNN