Paraguai firma contrato para comprar Sputnik V

Cientistas deram luz verde à vacina russa Sputnik V nesta semana, dizendo que ela é quase 92% eficaz no combate a Covid-19

Frasco da Sputnik V, a vacina russa contra a Covid-19
Frasco da Sputnik V, a vacina russa contra a Covid-19 Foto: Sputnik V/Divulgação

Reuters

Ouvir notícia

O Paraguai assinou um contrato com o Fundo Russo de Investimento Direto para comprar a vacina Sputnik V contra o coronavírus, disse o ministro da saúde do país sul-americano nesta quinta-feira (04).

Foi o primeiro anúncio de um acordo bilateral no âmbito do plano de imunização contra o coronavírus do Paraguai. A vizinha Argentina também está usando a vacina russa.

Cientistas deram luz verde à vacina russa Sputnik V nesta semana, dizendo que ela é quase 92% eficaz no combate a Covid-19, com base em resultados de testes em estágio final revisados ??por pares publicados no jornal médico The Lancet.

O ministro da Saúde do Paraguai, Julio Mazzoleni, disse que o número de doses e o horário de distribuição serão informados posteriormente, sem dar outros detalhes sobre a operação.

“Estamos aguardando a devolução dos contratos que já foram assinados para fazer esse anúncio”, disse ele em entrevista coletiva.

O país também receberá cerca de 300 mil doses da vacina AstraZeneca na segunda quinzena de fevereiro, por meio do programa Covax, da Organização Mundial de Saúde, anunciado pelo presidente Mario Abdo no final de semana.

O ministério da saúde confirmou 2.765 mortes associadas ao coronavírus na quarta-feira (03). O governo informou que pretende iniciar a vacinação na segunda quinzena de fevereiro, priorizando profissionais de saúde e adultos com mais de 60 anos.

Mais Recentes da CNN