Pesquisa diz que variante Delta pode se espalhar tão facilmente quanto varicela

Segundo dados, pessoas totalmente vacinadas podem disseminar a variante Delta na mesma proporção que pessoas não vacinadas

Por Paul LeBlanc, CNN

Ouvir notícia

A variante Delta do coronavírus, que está se espalhando pelo mundo, pode causar sintomas mais graves da Covid-19 e infecta tão facilmente quanto a varicela (ou catapora, como também é conhcida). As informações constam em um documento interno dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos.

Além disso, a pesquisa descreve dados não publicados que mostram que pessoas totalmente vacinadas podem disseminar a variante Delta na mesma proporção que pessoas não vacinadas.

A CNN confirmou a autenticidade do documento, que foi reportado pela primeira vez pelo jornal americano The Washington Post.

Um oficial de saúde federal disse ao jornal que os dados, que devem ser divulgados na sexta-feira, desempenharam um grande papel na orientação do uso de máscaraa do CDC, que recomenda que as pessoas totalmente vacinadas usem máscaras em ambientes fechados quando em áreas com “substancial” e “alta” transmissão.

“Embora seja raro, acreditamos que, em nível individual, as pessoas vacinadas podem espalhar o vírus, razão pela qual atualizamos nossa recomendação”, disse o oficial de saúde federal ao jornal. “Esperar até mesmo dias para publicar os dados pode resultar em sofrimento desnecessário e, como profissionais de saúde pública, não podemos aceitar isso.”

A notícia do documento vem tendo como pano de fundo o aumento dos casos de coronavírus em todo o país. Os EUA registraram uma média de mais de 61.300 novos casos diários na última semana – uma média que aumentou desde que o país atingiu a baixa de 2021 de 11.299 casos diários em 22 de junho, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins.

Variantes do coronavírus
Variantes do coronavírus
Foto: Reprodução/CNN Brasil (12.jul.2021_

Na quarta-feira, os casos aumentaram em todos os estados, exceto um, nos últimos sete dias em comparação com a semana anterior, de acordo com Johns Hopkins.

A diretora do CDC, Dra. Rochelle Walensky, disse ao “New Day” da CNN, na quarta-feira, que “com variantes anteriores, quando as pessoas (vacinadas) tinham essas infecções raras, não vimos a capacidade delas de espalhar o vírus para outras pessoas”.

Mas investigações de surto conduzidas nas últimas semanas mostraram que pessoas vacinadas que contraíram a variante Delta, altamente contagiosa, “agora podem transmiti-la para outra pessoa”, disse Walensky.

O documento do CDC percorre novos “desafios de comunicação” como resultado de infecções revolucionárias, junto com a necessidade de reformular as mensagens de saúde pública para destacar a vacinação como a melhor defesa contra a variante Delta, relatou.

Na quinta-feira, o presidente Joe Biden anunciou uma série de novas medidas que seu governo tomará para tentar vacinar mais americanos, incluindo exigir que todos os funcionários federais atestem que foram vacinados contra a Covid-19 ou enfrentarão protocolos rígidos.

“Esta é uma tragédia americana. Pessoas estão morrendo – e vão morrer – que não precisam morrer. Se você está lá fora não vacinado, não precisa morrer”, disse Biden durante comentários na Casa Branca. “Leia as notícias. Você verá histórias de pacientes não vacinados em hospitais, enquanto eles estão deitados na cama morrendo de Covid-19, eles estão perguntando: ‘Doutor, posso tomar a vacina?’ Os médicos têm que dizer: ‘Desculpe, é tarde demais.'”.

(Texto traduzido. Leia o original em inglês aqui)

Mais Recentes da CNN