Pfizer planeja entrega de vacinas ao Brasil em até três meses

Diretora médica da empresa no país, Márjori Dulcine afirmou que cronograma ainda precisa ser finalizado pelo Plano Nacional de Imunização (PNI)

Produzido por Layane Serrano,

da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Ainda sem uma definição concreta do Plano Nacional de Imunização (PNI), a farmacêutica Pfizer prevê que a entrega de vacinas contra a Covid-19 para o Brasil aconteça em até três meses. A projeção é da diretora médica da empresa no país, Márjori Dulcine, que, em entrevista à CNN, afirmou que a Pfizer trabalha “para trazer o mais rápido possível” as doses do imunizante ao Brasil.

“Muito desse cronograma ainda está sendo discutindo entre o grupo do Plano Nacional de Imunização e a Pfizer”, disse Márjori. “Daqui até junho, nos próximos dois ou três meses, esperamos trazer [a vacina]. Não tenho exatamente a quantidade [de doses] nem em que mês, por conta de documentos e autorizações necessárias para importação”, detalhou.

A médica ressaltou que estudos realizados em laboratório já atestaram a eficácia do imunizante produzido em parceria com a BioNTech contra as variantes britânica, brasileira e sul-africana do coronavírus. “No caso das variantes do Brasil e Reino Unido, tivemos resposta robusta da vacina. Contra a variante sul-africana, ela apresentou capacidade de neutralização um pouco mais baixa, mas ainda assim eficaz.”

Ilustração de potencial vacina da Pfizer contra Covid-19
Ilustração da vacina da Pfizer/BioNTech contra Covid-19
Foto: Dado Ruvic/Reuters (9.nov.2020)

 

Mais Recentes da CNN